11 de maio de 2021 Atualizado 23:46

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Em Campinas

G13 Americana conquista duas medalhas no Mundial de Jiu-Jitsu

Samuel da Costa Filho foi campeão na classe Infantil A, enquanto Octavio Alves ficou em segundo na Infantojuvenil B

Por Rodrigo Alonso

18 dez 2020 às 08:14

A equipe G13 Americana conquistou um ouro e uma prata no Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo realizado pela CBJJE (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo), em Campinas. O evento ocorreu entre os dias 10 e 13 deste mês, no Clube Concórdia.

O título veio com Samuel Alexandre da Costa Filho, na categoria Infantil A, faixa cinza e amarela, peso-pena. A outra medalha foi conquistada por Octavio Mattos Alves, na classe Infantojuvenil B, faixa branca, peso-médio.

Octavio e Samuel exibem as medalhas conquistadas em Campinas – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

Na final, Samuel Filho, de 8 anos, derrotou Rafael Vilani Pumpmacher, de Joinville (SC). Antes, ele havia superado o atleta Sergio Ichiro da Silva Ohara, de Cuiabá (MT).

“Ele treina desde bebezinho, aprendeu a andar dentro do tatame, então se sentiu no habitat natural dele lá. Não achei que ia ter pressão, que ele ia se sentir pressionado, mas foi superbem, lutou muito bem. Ganhou as duas lutas com louvor”, disse Samuel Costa, pai do lutador e técnico da G13.

Octavio, de 14 anos, também disputou duas lutas. Segundo o treinador, ele venceu a primeira e, na decisão, perdeu para Miguel Gustavo Nascimento do Vale, de São Paulo.

“O Octavio pisou pela primeira vez num tatame há uns cinco, seis meses atrás. Então, é muito pouco tempo para ele já ter alcançado um êxito assim. É um menino muito talentoso. Muito talentoso e dedicado. Treina todos os dias”, afirmou Costa.

Os resultados foram comemorados pelo professor. “Entrei com dois alunos competindo, e os dois pegaram pódio em um dos maiores eventos do Brasil, um campeonato mundial. Então, tinha atletas de outros países também. Para a gente, foi um resultado muito importante”, celebrou.

CAMPEÃO
A Associação Americanense de Jiu-Jitsu também teve um atleta campeão: Dorival Rodrigo Pereira da Silva, na categoria Máster 3, faixa marrom, peso pesadíssimo. Na final, ele passou por Rudyge Alex Scatolini Boldrini, de Pirassununga.

Publicidade