09 de agosto de 2020 Atualizado 21:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Kickboxing

Americanense Alisson Jonas disputa evento transmitido em rede nacional

Lutador vai enfrentar Cicero Evangelista no card principal do evento SFT 22; transmissão começa às 23h45, na Band

Por Rodrigo Alonso

01 ago 2020 às 08:46 • Última atualização 02 ago 2020 às 11:42

O lutador americanense Alisson Jonas, de 23 anos, tem presença confirmada no evento SFT 22, na modalidade Xtreme, em que os competidores usam luvas de MMA, mas lutam conforme as regras do kickboxing. O duelo ocorre neste sábado, em São Paulo.

Apelidado de “Hell Baby”, Alisson vai enfrentar o baiano Cicero Evangelista no card principal, que terá transmissão ao vivo da Band, a partir das 23h45. O combate é válido pelo peso meio-médio (até 77,5 kg).

Lutador de Americana está na categoria meio-médio – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Essa será a primeira luta do americanense desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Com cartel de 45 vitórias e nove derrotas, Alisson fará sua estreia no SFT. “Vou ter de mostrar o meu trabalho. Eu sei que sou capaz. Sou bem treinado”, diz.

Ele recebeu a oportunidade por causa de uma vitória conquistada em março, no Super Fighters, torneio de kickboxing realizado em São Paulo. Naquela oportunidade, o lutador aplicou um nocaute já no primeiro round.

Na preparação para o combate deste sábado, Alisson precisou lidar com as restrições forçadas pela pandemia. “Eu fiz muito treino sozinho, por bastante tempo. Fiz bastante corrida, bastante barra, bastante levantamento de peso. O que eu conseguia levantar de peso na rua, que eu achava, eu ia levantando”.

Normas de distanciamento dificultaram os treinos, mas ele diz estar preparado – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Devido às recomendações de distanciamento, o americanense disse ter feito, nesse período, apenas quatro ‘sparrings’, que são os treinos que simulam lutas reais, com direito a um adversário. Apesar dessas limitações, Alisson declarou estar preparado para o SFT 22. “Foi uma preparação boa. Não foi a melhor, mas foi uma preparação muito boa”.

Atleta da equipe Multi Fight MS, de Americana, ele conta com o apoio do treinador Marcelo Santos. O técnico afirmou ter restringido o contato entre Alisson e os outros lutadores do grupo. “É uma luta que vai ser transmitida ao vivo, em rede nacional. Então, a gente queria tomar um pouco mais de cuidado”, aponta Marcelo.

Segundo ele, o atleta está no auge de sua forma física. Alisson já realizou, em Americana, um teste rápido para detecção do novo coronavírus, que teve resultado negativo. Ele ainda faria mais um exame em São Paulo.