06 de agosto de 2022 Atualizado 17:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

DE CAMPINAS

Teatro de bonecos fala sobre acúmulo de lixo nos oceanos

“Azulindo, um mundo submerso” tem quatro exibições até domingo (20)

Por Isabella Holouka

17 de junho de 2021, às 09h01 • Última atualização em 17 de junho de 2021, às 09h03

Uma menina brinca distraída na praia, quando percebe a possibilidade de ouvir o que acontece no fundo do mar. Assim ela descobre que a vida pacífica neste habitat está em risco, ameaçada por um monstro formado por todas as garrafas, latas e resíduos que as pessoas despejam no mar.

Esta é a fantasia submarina proposta pelo espetáculo “Azulindo, um mundo submerso”, produzido pela Cia Serafín, em parceria com a Cia Fios de Sombra e o grupo Encantoré, todos de Campinas. Voltado para crianças e adultos, o trabalho será exibido pelo YouTube nesta semana, na quarta (16) e quinta-feira (17), no sábado (19) e no domingo (20).

Ao LIBERAL, o diretor argentino e que vive em Campinas há quase 30 anos Abel Saavedra contou que a motivação para escrever o espetáculo iniciou com a percepção de que as praias estão cada vez mais sujas.

Peça reúne teatro de bonecos, o uso de luz negra e teatro de sombras – Foto:

“Visitamos uma praia, e não tinha ninguém, uma segunda-feira, e a praia estava lotada de lixo. Vemos isso em várias praias, e pela internet também, como o lixo vai se apoderando das coisas e não temos cuidado suficiente com isso. Com a preocupação ambiental, começamos a investigar para criar um espetáculo que conseguisse transmitir isso”, disse, sem especificar o local que teria gerado o incômodo inicial.

O espetáculo “Azulindo, um mundo submerso” integra uma série de três montagens que trabalham a temática ambiental, voltados também para a Amazônia e para o acúmulo de lixo nas grandes cidades, e que nasceram há cerca de 5 anos.

A peça reúne ferramentas da linguagem do teatro de animação, como o teatro de bonecos, o uso de luz negra e o teatro de sombras, o que segundo Abel, que tem 30 anos de experiência nestas linguagens, foi uma audácia do projeto. As apresentações são promovidas através de editais do PROAC LAB 38, com recursos da lei federal Aldir Blanc.

“Azulindo, Um Mundo Submerso”:

16 de junho às 20h30 – Youtube Fios de Sombra
17 de junho às 14h00 – Youtube Serafín Teatro
19 de junho às 11h00 – Youtube Prefeitura de Guarulhos
20 de junho às 11h00 – Youtube Serafín Teatro

Publicidade