26 de fevereiro de 2021 Atualizado 09:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

Sarau em casa

Projeto será transmitido ao vivo pelo Instagram nesta terça; nome faz referência à estação ferroviária onde aconteceram as primeiras edições

Por Isabella Holouka

02 fev 2021 às 10:35

Poeta e criador do grupo de rap “Inquérito” comanda o sarau - Foto: Prefeitura de Hortolândia - Divulgação

Com o objetivo de democratizar a arte da palavra oral e oferecer espaços para compartilhar a cultura, o sarau “Aqui Trem Poesia” promove na noite desta terça-feira (2) a segunda edição deste ano do evento online “Sarau Em Casa”.

Com a apresentação do poeta e MC Renan Inquérito, e do DJ Viny Blanco, o sarau terá transmissão pela página @aquitrempoesia no Instagram. Mesmo pela rede social a espontaneidade do formato continua, já que a plataforma permite aos interessados no uso do “microfone aberto” o envio de convites para se apresentarem ao vivo, dividindo a tela dos espectadores com o MC.

Natural de Nova Odessa, Renan é conhecido na região por comandar o sarau “Parada Poética” desde 2013. Ele é fundador do grupo de rap “Inquérito”, que tem mais de 20 anos de trajetória e seis discos. Renan também mantém uma carreira de escritor, com três livros publicados, além de textos em antologias nacionais e de outros países da América Latina.

“Temos pouquíssimos eventos literários, sobretudo gratuitos. Mas ter um evento literário gratuito todos os meses em um espaço como uma estação ferroviária, público e histórico, que não inibe as pessoas, é ocupar um espaço”, argumenta Renan.

“Aqui Trem Poesia” foi criado em 2019, ano em que a Prefeitura de Hortolândia realizou edições presenciais, inclusive em escolas públicas. No ano passado, o evento passou a contar com recursos do Governo Estadual, por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural), e teve edições online devido à pandemia.

O nome é um trocadilho com a palavra “trem”, em referência à antiga Estação Jacuba, cujo prédio foi restaurado pela administração municipal e hoje abriga o Centro de Memória “Professor Leovigildo Duarte Junior”, onde as primeiras edições foram realizadas.

Atualmente, o evento tem o apoio da Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Cultura do município. Trata-se de um dos contemplados pela lei federal Aldir Blanc, de subsídio para artistas e empresas artísticas que tiveram suas atividades afetadas pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com o projeto contemplado, o sarau realizará mais duas edições mensais, sempre às terças-feiras, às 19h.

Além da live “Sarau em Casa”, o projeto promove ainda o quadro “Pílula Poética”, às terças e quintas-feiras, também às 19h, no mesmo canal no Instagram. O quadro exibe, por meio dos stories da plataforma, vídeos de pessoas declamando poesias, que podem ser de autoria própria ou de outros artistas. Interessados podem participar entrando em contato com o administrador da página.

Publicidade