21 de junho de 2024 Atualizado 09:11

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura na região

Americanense participa de concerto de Ivan Lins com a Orquestra Filarmônica de Rio Claro

Gustavo Spinola é um dos destaques da apresentação online nesta quinta-feira, que comemora o aniversário de Rio Claro

Por Isabella Holouka

24 de junho de 2021, às 06h28 • Última atualização em 24 de junho de 2021, às 07h39

Considerado um expoente da nova geração de talentos da Música Popular Brasileira, o americanense Gustavo Spinola, de 43 anos, será um dos destaques de um concerto em live promovido nesta quinta-feira (24) pelo cantor, compositor e instrumentista carioca Ivan Lins e a Orquestra Filarmônica de Rio Claro.

O concerto live pode ser acompanhado a partir das 18 horas, através de link disponível no site www.ofrc.com.br. O evento comemora o aniversário da cidade de Rio Claro e conta com apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, patrocínio da Whirlpool e apoio da Astra.

O convite partiu do instrumentista e Spalla da Orquestra Filarmônica de Rio Claro, Fábio Engle, e essa é a segunda participação de Gustavo Spinola em concertos. Ele já havia misturado o erudito com a MPB em 2018, com músicas de seu primeiro álbum, em apresentação com a Orquestra de Americana.

Gustavo Spinola participa de apresentação em comemoração ao aniversário de Rio Claro – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

Gustavo estudou música desde a infância – aos 9 anos pegou gosto pelo piano, e depois se dedicou à técnica vocal. Se formou em 2009 pelo Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí, em canto e MPB/Jazz e vem preparando o terceiro disco. Ao LIBERAL, ele comemorou a participação no concerto.

“Para qualquer artista, ainda mais de canção popular, é um presente ter a sua música interpretada por uma orquestra. É o sonho de qualquer um. Outro presente da vida, gigante, é fazer show com Ivan Lins, uma referência para todo músico brasileiro, e fora do país também”, falou.

O estilo eclético de Ivan Lins com a influência do jazz, samba, bossa nova, baião, xote e até moda de viola, deu vida a grandes canções. São mais de 600 composições e participações, 10 indicações ao prêmio Grammy, e tema de mais de 90 filmes e novelas. O artista já realizou mais de 6 mil apresentações em cinquenta anos de carreira.

O show de Ivan Lins com a Orquestra Filarmônica de Rio Claro contará com a presença de 41 músicos. “É um bom número de músicos para os tempos atuais. Serão 24 cordas, 8 madeiras, 6 metais e banda de apoio, com a regência do maestro Carlos Lima, um profissional talentosíssimo e acostumado aos shows com artistas populares”, explica Fábio Engle, Spalla da Orquestra Filarmônica de Rio Claro.

A música selecionada para a participação de Gustavo no concerto foi “Voa”, de autoria do americanense e que tem arranjo de Álvaro Peterlevitz, arranjador e maestro da Orquestra de Americana. Lançada no ano passado, a canção fala sobre a brevidade da vida. “É uma honra dobrada participar do show do Ivan Lins com uma música de composição minha”, completou Gustavo.

Artista prepara o terceiro disco

O primeiro álbum de Gustavo Spinola foi “Mares, Rios”, lançado em 2014. Para a surpresa do artista, a produção distribuída pela Tratore foi um sucesso no Japão. “No final do ano passado eu tive um pedido de liberação de uma música do meu disco em um streaming japonês. É muito legal, porque compomos a música, mas não imaginamos que ela vá ‘voar’ depois, como vem acontecendo com o streaming”, contou ao LIBERAL.

O segundo disco foi intitulado “15 de abril” e teve lançamento nesta data no ano passado, após a divulgação de singles. Seguindo a mesma dinâmica, o terceiro álbum deve sair ainda neste ano, e três músicas (“Melhor Lugar”, Lola” e “Voa”) já foram lançadas nas plataformas de streaming, onde é possível ouvir todo o trabalho do artista de Americana.

“Eu tenho muito a agradecer por onde a minha música já chegou, e pelas pessoas à minha volta que acreditaram na minha música. Aqui no interior temos pouco espaço para shows, mas eu tenho muito a agradecer ao meu caminho e a música fazer parte da minha vida”, finalizou.

Publicidade