21 de janeiro de 2022 Atualizado 10:57

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Limpeza

Terceirizadas cruzam os braços no PS Edison Mano por atraso no pagamento

Empresa responsável pelo serviço nega qualquer pendência com as trabalhadoras

Por Ana Carolina Leal

14 jan 2022 às 07:41 • Última atualização 14 jan 2022 às 09:00

Sob alegação de falta de pagamento, parte da equipe de limpeza do pronto-socorro Edison Mano, em Santa Bárbara d’Oeste, cruzou os braços nesta quinta-feira (13). A empresa responsável pelo serviço, Orbita Multiwork Serviços, nega qualquer pendência com as trabalhadoras, mas, segundo o sindicato da categoria, pelo menos três estariam sem receber seus salários.

Além disso, conforme Renata Souza, presidente do Siemaco Piracicaba e Região, que representa os contratados por empresas de limpeza e conservação urbana, todas as terceirizadas da Orbita Multiwork estariam com o vale-transporte atrasado há semanas.

“São oito meninas, quatro no PS Afonso Ramos e quatro no PS Edison Mano. Nesta quinta-feira, ao menos duas delas, devido à falta de pagamento, estavam sem condições de ir trabalhar”, afirmou.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Em nota ao LIBERAL, a Orbita Multiwork Serviços, sediada em São Paulo, comunicou que “não há atrasos de pagamento de salários, benefícios e quaisquer obrigações trabalhistas aos funcionários alocados nas unidades de saúde da Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste”.

A empresa também ressaltou que os comprovantes de pagamento são enviados mensalmente ao departamento de contratos da prefeitura.

Também em nota, a administração barbarense afirmou não haver pendências por parte do município com a empresa e confirmou que essa terceirizada apresenta comprovantes mensais, segundo os quais os salários e demais benefícios têm sido efetivados dentro da normalidade. Ainda segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, nesta quinta-feira, a limpeza no PS Edison Mano foi mantida pela empresa.

Publicidade