28 de maio de 2022 Atualizado 13:38

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Reajuste

Tarifa de água e esgoto terá reajuste de 9,85% em Santa Bárbara

Valor será corrigido em fevereiro para todas as faixas de consumo

Por Caio Possati

20 Janeiro 2022, às 09h31

A tarifa pelo DAE (Departamento de Água e Esgoto) em Santa Bárbara d’Oeste vai sofrer um reajuste de 9,85%. Os valores, que estão congelados desde 2019, vão ser corrigidos a partir de fevereiro para todas as faixas de consumo e categorias de imóvel.

A atualização dos preços foi publicada por meio de Resolução pela Ares PCJ (Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), no Diário Oficial do município do último sábado.

A mesma correção vai valer para as diferentes faixas de consumo, e também para as categorias de edificação, que incluem residências normais, sociais, entidades filantrópicas, comércios, prédios públicos e indústrias.

Atualmente, o morador de uma residência comum de Santa Bárbara, que consome 20 m³ de água por mês, paga R$ 55 em tarifa (R$ 2,75 por m³ de água). Com o reajuste, o preço sobre o mesmo volume vai subir para R$ 60,40 (R$ 3,02 por m³).

A nova cobrança vai ser sentida pelos moradores na conta de março. Isso porque o reajuste começa a valer 30 dias após a publicação na Imprensa Oficial. A última atualização dos valores das tarifas de água e esgoto na cidade aconteceu em maio de 2019, com aplicação em junho daquele ano.

A definição do reajuste foi feita pela Ares PCJ com base em um estudo tarifário solicitado pelo DAE. Ele considera tudo o que o departamento teve de despesa, além de todos os investimentos a serem realizados. Os números são inseridos em uma fórmula antes de chegar ao índice final.

A Ares PCJ também anunciou o reajuste de 10,78% para os preços públicos dos serviços praticados pelo DAE. Estes serviços incluem substituição de hidrômetros, reparo de asfalto, ligação de água e esgoto, entre outros. Com a correção, o valor vigente para a troca de registro, por exemplo, passará de R$ 36,57 para 40,52.

Publicidade