Santa Bárbara d’Oeste investiga oito casos suspeitos de coronavírus

Os pacientes têm entre 24 e 60 anos; de acordo com a prefeitura, os pacientes estão clinicamente bem, em isolamento domiciliar e sendo monitorados


A Secretaria de Saúde de Santa Bárbara d’Oeste revelou na tarde desta quinta-feira (19) que investiga oito casos suspeitos de coronavírus em moradores do município. De acordo com a prefeitura, os pacientes estão clinicamente bem, em isolamento domiciliar e sendo monitorados.

O governo da cidade era o único na RPT (Região do Polo Têxtil) que não negava nem confirmava se havia casos suspeitos ou descartados no município.

A reportagem do LIBERAL tentava constantemente obter a informação com a assessoria de imprensa da prefeitura desde o final de janeiro, quando a primeira suspeita foi divulgada em Americana. A prefeitura não divulgou a data das notificações.

De acordo com informações passadas pela prefeitura nesta quinta, os pacientes em investigação têm entre 24 e 60 anos, e todos tiveram contato com algum suspeito ou histórico de viagem ao exterior (veja abaixo a lista). Desde o início das notificações, a cidade já descartou quatro casos suspeitos.

Casos suspeitos em Santa Bárbara d’Oeste:

– Homem, 38 anos, teve contato suspeito – em investigação
– Mulher, 24 anos, teve contato suspeito – em investigação
– Mulher, 26 anos, teve contato suspeito – em investigação
– Homem, 47 anos, teve contato suspeito – em investigação
– Homem, 24 anos, viajou para o exterior – em investigação
– Homem, 26 anos, teve contato suspeito – em investigação
– Mulher, 60 anos, teve contato suspeito – em investigação
– Mulher, 27 anos, teve contato suspeito – em investigação

Presidente da câmara se isolou

Apesar de não figurar como um caso suspeito, o presidente da Câmara de Santa Bárbara, vereador Felipe Sanches (PSC), de 34 anos, se isolou em casa desde a última terça-feira (17) após ter contato com o deputado federal Cezinha de Madureira (PSD-SP), que foi diagnosticado com coronavírus (Covid-19).

O período de restrição sugerido pela Secretaria de Saúde do município termina nesta sexta-feira (20) e o vereador garante que não apresentou sintomas.

O encontro entre os políticos aconteceu no dia 6 de março. Quatro dias depois, o deputado se reuniu com uma comitiva do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que havia viajado para o Estados Unidos. Dois integrantes daquela grupo contraíram o vírus: o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) e o deputado federal Daniel Freitas (PSL),

Na última terça-feira, Cezinha de Madureira anunciou pelo Instagram que estava com o vírus. Felipe Sanches viu a publicação momentos antes de sair de casa para a sessão ordinária na câmara, que acabou presidida pelo vice Cláudio Peressim (Patriota).

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Período de restrição sugerido pela Secretaria de Saúde do município termina nesta sexta-feira (20) e o vereador garante que não apresentou sintomas

“Nesse momento eu liguei para a secretária de Saúde para ter informação e me aconselharam a não participar da sessão e ficar em isolamento. Me encontrei com ele no dia 6 e ele esteve com a comitiva só no dia 10. Não tive nenhum sintoma, estou bem normal. Mesmo assim, vou cumprir até sexta (amanhã) o isolamento por precaução”, afirmou Felipe.

Cuidados

A situação gerou uma série de mudanças na casa do vereador. A esposa e as filhas dormiram na casa de parentes na terça-feira, e agora estão em um quarto separado. O vereador tem um banheiro para uso exclusivo, além de separar pratos, talheres e outros itens para que elas não utilizam. Vidros de álcool gel também foram espalhados pela casa.

“São os cuidados que vamos ter que ter. Não só agora, o pico (da doença) é mais nos próximos dias. A gente já está pegando costume diferente para agir diferente na rua também. Elas (esposa e filhas) quando chegam em casa já tem outro costume. Agora tem álcool gel na porta de casa”, contou Felipe.

Mesmo afastado, o presidente continua desempenhando suas funções legislativas através de videoconferências com servidores da câmara. Sem poder sair de casa e com contato limitado com os familiares, ele recorreu a Netflix durante o tempo livre.

“Estou trabalhando de casa, colocando algumas coisas em dia. Não estou conseguindo colocar meus e-mails em ordem. Celular não para de tocar. Netflix também tem sido um grande apoio nesse momento”, brincou o vereador.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição de número #27 do podcast ‘Além da Capa’ traz a experiência de ex-moradores de Americana que hoje vivem em países onde o novo coronavírus já se alastrou de maneira mais ampla, revelando um pouco mais sobre este problema em crescimento no Brasil. Ouça:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora