12 de setembro de 2021 Atualizado 19:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Roubo

Homem tenta confundir policiais em Santa Bárbara e é preso por roubo

Veículo foi utilizado em roubo a um pedestre, mas casal tentou alegar para a PM que tinha sido alvo de um assalto

Por Isabella Holouka

12 set 2021 às 19:28 • Última atualização 12 set 2021 às 19:31

Um pedreiro de 29 anos foi preso acusado por roubo na noite deste sábado (11) após tentar comunicar um falso crime. O caso aconteceu por volta das 17h30 na Avenida Pastor Diogenes, em Santa Bárbara d’Oeste.

Segundo consta no registro policial, PMs (policiais militares) receberam, via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), informações de que um carro GM/Corsa preto teria participado de um roubo à transeunte.

Pouco depois, eles foram acionados em uma área verde próximo ao campi de Santa Bárbara da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), com a informação de que o veículo teria sido localizado pela suposta vítima.

Denúncia dava conta de que um Corsa preto tinha participado de um assalto a um pedestre – Foto: Polícia Militar / Divulgação

No local, os policiais encontraram um casal, composto pelo pedreiro de 29 anos e sua amásia, uma mulher de 34 anos cuja profissão não foi revelada, que se identificaram como sendo proprietários do carro. Eles narravam que a mulher havia sofrido uma abordagem seguida do roubo do veículo, mas ela não sabia descrever o autor do crime, causando a desconfiança dos policiais sobre a veracidade da história.

Também causou estranhamento o fato de que o homem levava consigo um galão de gasolina, sabendo da falta de combustível do veículo. Questionado, o pedreiro afirmou que estava apenas se precavendo.

Os policiais passaram a interrogar o casal separadamente, tendo em mente a informação sobre roubo à transeunte com a participação do veículo. A mulher então contou que pouco antes o homem havia estado na residência deles, deixando um aparelho celular, uma quantia em dinheiro e uma arma de brinquedo, que disse ter encontrado no mato.

Os PMs foram até a residência, próxima ao local da ocorrência, e acompanhados da mulher encontraram o simulacro de pistola, uma máscara branca, um celular Motorola G5GPlus, R$ 309 em dinheiro e uma blusa de moletom cinza.

Questionado, o homem disse que havia feito a cobrança de uma dívida, recebendo o dinheiro e o celular como pagamento.

Ele foi encaminhado ao Plantão Policial de Santa Bárbara d’Oeste, onde também compareceu a vítima do roubo, um marceneiro de 39 anos, que reconheceu como sendo de sua propriedade o celular, o dinheiro, a máscara e a blusa. Também apontou o simulacro, dizendo ter sido utilizado no momento do roubo, acontecido na Rua Pastor Diogenes Wiezel, no Jardim Firenze.

Diante dos fatos, o pedreiro de 29 anos foi preso por roubo, permanecendo à disposição da Justiça.

Publicidade