02 de março de 2021 Atualizado 22:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Santa Bárbara

Fura-fila e fake news são temas de reunião em Santa Bárbara

Comissão foi criada pela Câmara de Santa Bárbara d’Oeste para fiscalizar a vacinação contra a Covid-19

Por Leonardo Oliveira

05 fev 2021 às 07:19 • Última atualização 05 fev 2021 às 08:43

A comissão criada pela Câmara de Santa Bárbara d’Oeste para fiscalizar a vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) na cidade teve, nesta quinta-feira, a primeira reunião com membros do executivo. A preocupação com as fake news e as denúncias de fura-fila foram temas do encontro.

Participaram a secretária de Saúde, Lucimeire Rocha, e os vereadores Esther Moraes (PL), Nilson Araújo (PSD) e Oswaldo Bachin Filho (MDB), membros da comissão.

Vereadores membros da comissão – Foto: Leonardo Oliveira / O Liberal

Nas últimas semanas começou a circular uma fake news de que a UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Grego estava fazendo presencialmente o cadastro para receber a vacina. Com isso, houve aglomeração no local.

“Ela [secretária] se mostrou bastante preocupada em inibir de todas as formas que outros fatos como esse atrapalhem o andamento de todo o esquema”, disse Bachin.

A vereadora Esther também adiantou que o próprio poder Legislativo irá estudar medidas para ajudar no combate à propagação de informações falsas. A comissão ainda recebeu uma resposta sobre as denúncias de fura-fila que chegaram ao Executivo.

Três foram os casos apurados pela secretaria, segundo a comissão. Os profissionais eram do administrativo dos prontos-socorros e do Hospital Santa Bárbara e teriam recebido a imunização antes dos que estavam na linha de frente.

“A meta era imunizar todo o pessoal do administrativo, porque eles não ficam em uma sala fechada, eles ficam circulando pelo PS, pelo Hospital de Campanha”, disse Esther. No caso do Hospital Santa Bárbara, também foi justificativa o fato da profissional ser nutricionista dos pacientes de Covid-19, segundo a comissão.

Dados
A Comissão de Representação de Acompanhamento do Plano Estadual de Imunização Contra a Covid-19 ainda divulgou dados que foram repassados pela Secretaria de Saúde nesta quinta-feira.

Ao todo, há 3.419 trabalhadores da saúde, entre as redes públicas e particular, na cidade. Sem doses suficientes para todo o grupo de risco, que inclui ainda idosos, indígenas e quilombolas, a preferência foi por começar a vacinar aqueles que trabalham na linha de frente.

Dos 1.238 profissionais nessas condições, 1.187 receberam a imunização até a tarde desta quinta-feira, segundo a comissão. Dos 246 idosos em asilos, 228 foram vacinados.

“Esse pessoal que ainda foi vacinado é porque, por algum motivo, estava com febre, não tava se sentindo bem e acabou não sendo vacinado. Mas a meta do plano estadual é 90%, a nossa cidade com relação a esse número de idosos e seus cuidadores já bateu 92%”, disse Esther.

Até às 18 horas desta quinta-feira, 2.747 pessoas haviam sido vacinadas contra a Covid-19 na cidade, ainda de acordo com a comissão.

Como denunciar?
Para denunciar os casos de fura fila na vacina, os contados são os seguintes: Ouvidoria Municipal (3455-8209 / 156) e Ouvidoria SUS (0800-770-6378 / ouvidoriasus.saude@santabarbara.sp.gov.br)

Outra opção é enviar a denúncia para a presidente da comissão criada para fiscalizar a vacinação, a vereadora Esther Moraes. O email é o esthermoraes@camarasantabarbara.sp.gov.br

Publicidade