28 de fevereiro de 2024 Atualizado 16:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PROBLEMAS

Região ainda sofre com alagamentos após as chuvas desta terça-feira

No assentamento Três Pontes, em Sumaré, famílias tiveram de deixar suas residências e se abrigaram em um salão paroquial

Por Gabriel Pitor

29 de novembro de 2023, às 13h27 • Última atualização em 29 de novembro de 2023, às 16h35

Cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) amanheceram com diversos pontos de alagamento nesta quarta-feira (29), após as fortes chuvas da noite anterior.

De acordo com o Ciiagro (Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas), das 19h à meia-noite, foram registrados em média 53,4 milímetros de precipitação na região.

O município mais prejudicado pelas chuvas foi Sumaré, onde o Ciiagro contabilizou 59,5 milímetros. A cidade sofreu com os transbordos dos ribeirões Quilombo e Jacuba.

Vila Diva foi atingida pela enchente em Sumaré – Foto: Willian Souza/Divulgação

De acordo com a Defesa Civil e a prefeitura, aproximadamente 450 casas foram atingidas no Jardim São Domingos, Jardim Primavera, Jardim Basilicata, Jardim Maria Antônia, Jardim Dulce, Jardim Rosa e Silva, Vila Diva e no assentamento Três Pontes.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo o vereador Willian Souza (PT), que desde a madrugada tem acompanhado a Defesa Civil no atendimento das ocorrências, várias residências foram atingidas pelos alagamentos.

Ainda no assentamento Três Pontes, pessoas tiveram de deixar as suas casas e se abrigaram em um salão paroquial próximo do local. A prefeitura tem arrecadado roupas e alimentos por meio do Fundo Social de Solidariedade, além de dar suporte com alimentação.

“A quantidade de pontos de alagamento diminuiu muito nos últimos anos, mas tem de cinco a sete locais com problemas crônicos. A gente até tenta levar essas pessoas para algum abrigo, mas geralmente elas não querem”, contou Demétrio Moreira, superintendente da Defesa Civil de Sumaré.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região.

Em Nova Odessa, cinco bairros foram afetados: Jardim São Jorge, Jardim Conceição, Jardim Flória, Jardim Fadel e Vila Azanha. Nestes locais, a enchente chega a atingir o joelho de quem tenta andar pelas ruas.

Algumas famílias tiveram de levantar móveis de suas residências, segundo o coordenador da Defesa Civil, Vanderlei Vanag.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Por sua vez, em Americana, de acordo com o diretor da Defesa Civil, João Miletta, apenas as avenidas da Saúde e Bandeirantes registraram alagamentos. A Rua Diogo de Faria, no Cordenonsi, também teve problemas com enchente.

Já em Hortolândia, a prefeitura detectou alagamentos pontuais em áreas como o Parque Chico Mendes, Lagoa do Jardim Amanda, Lago da Fé, Lagoa do Jardim São Bento e início da Rua Luiz Camilo de Camargo, no Centro. Entretanto, a administração destacou que houve um escoamento ágil do volume de água nesses locais.

Por fim, em Santa Bárbara d’Oeste, a prefeitura disse que não foram constatados problemas em decorrência da chuva.

Prefeitura fornece kits de alimentação para abrigados

A Prefeitura de Sumaré disponibilizou pontos estratégicos para fazer o acolhimento de famílias prejudicadas pelos alagamentos. Para essas pessoas, foram entregues kits de café da manhã e água e também serão oferecidos almoço e jantar.

“Apesar de todos os trabalhos preventivos, coordenados pelo nosso Comitê de Gestão de Crise da Defesa Civil, o grande volume de água, em um curto espaço de tempo, infelizmente causou grandes transtornos para a população das áreas ribeirinhas. Conforme as águas forem baixando, nossa Defesa Civil fará a vistoria das residências, liberando e auxiliando as famílias para o retorno ao lar.”, afirmou o prefeito Luiz Dalben (Cidadania).

A administração ressaltou que, em casos de emergência, é possível acionar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) pelo número 192, Corpo de Bombeiros pelo 193 e Defesa Civil pelo 199.

Publicidade