22 de maio de 2024 Atualizado 21:48

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Região

Piracicaba registra primeira morte do Estado de SP causada pela variante Delta

Além do óbito, a cidade ainda monitora mais cinco casos confirmados na cidade, sendo dois homens e três mulheres

Por Marina Zanaki

31 de agosto de 2021, às 13h56 • Última atualização em 31 de agosto de 2021, às 16h17

O Estado de São Paulo registrou a primeira morte provocada pela variante Delta do novo coronavírus (Covid-19). A vítima morava em Piracicaba, cidade que já confirmou outros cinco casos dessa cepa.

Segundo a Vigilância Epidemiológica de Piracicaba, a vítima era uma mulher de 74 anos com comorbidades. Ela tinha sido vacinada com as duas doses do imunizante CoronaVac/Butantan.

Piracicaba também monitora infecção pela variante Delta em dois homens e três mulheres, com as idades de 10, 16, 41, 51 e 52 anos.

“A Pasta reforça que fez a verificação dos históricos destes pacientes para monitorar os casos e atuar de forma preventiva e evitar a transmissão da doença. Até o momento, não houve mais nenhuma confirmação da variante Delta (AY.4) em Piracicaba”, informou a Secretaria de Saúde do município.

A cepa tem maior transmissibilidade em relação às outras variantes da Covid, e foi comparada à catapora por seu alto grau de contágio. Identificada inicialmente na Índia, onde provocou uma onda devastadora da doença, a Delta tem sido motivo de preocupação em todo o mundo.

Países que já haviam autorizado a suspensão do uso de máscara retrocederam por conta da cepa, e uma terceira dose de imunizantes tem sido adotada em diversos locais.

“A Secretaria lembra que a variante Delta (AY.4) tem maior perfil de transmissibilidade, porém, não tem apresentado aumento na letalidade ou gravidade dos casos. Mesmo assim, a Pasta pede que a população siga tomando os cuidados necessários como o uso de máscara, álcool em gel, bem como evitar aglomerações”, orientou a Secretaria de Saúde de Piracicaba.

Segundo informações da Agência Estado, o governador do Estado, João Doria (PSDB), foi questionado em coletiva de imprensa nesta terça-feira sobre o assunto, mas recusou comentar. Segundo Doria, o tema será tratado na entrevista sobre o combate ao coronavírus programada para quarta-feira (1°).

Em agosto, o governador anunciou o fim das medidas de restrição contra a Covid-19 no Estado, atribuindo o feito à campanha de vacinação. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira pelo governo paulista, desde o início da pandemia, São Paulo registrou 4.255.324 casos e 145.558 óbitos pela doença.

A Secretaria de Estado da Saúde disse ao LIBERAL que o município de Piracicaba reportou nesta terça-feira um óbito por Covid-19 relacionado à variante Delta, segundo análise feita pela Esalq. O Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) está investigando os detalhes.

Publicidade