20 de outubro de 2020 Atualizado 23:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Doria sinaliza que região poderá avançar para fase verde em outubro

Reclassificações do Plano SP agora são mensais e a próxima será em 9 de outubro

Por Marina Zanaki

29 set 2020 às 19:58 • Última atualização 29 set 2020 às 20:00

O governador João Doria (PSDB) indicou que Departamento Regional de Saúde de Campinas, do qual a RPT (Região do Polo Têxtil) faz parte, vai avançar para a fase verde do Plano São Paulo na próxima classificação, marcada para 9 de outubro.

Em coletiva de imprensa realizada em Hortolândia, o governador destacou que a tendência é que todo o Estado de São Paulo siga para a fase verde na próxima reclassificação.

Governador João Doria afirmou que a região deve passar à fase verde em outubro – Foto: Governo do Estado de São Paulo

“Vamos anunciar a nova fase da quarentena, que nesse momento concede a faixa verde para todo o Estado de São Paulo indistintamente, inclusive para a Região Metropolitana de Campinas”, declarou Doria.

Segundo dados da Fundação Seade, a região de Campinas tinha 41,9% de ocupação de leitos intensivos nesta terça-feira e 36,6% das enfermarias de Covid-19 estavam ocupadas.

“Ainda temos alguns dias para que essa avaliação seja feita pelo Comitê de Contingência do Coronavírus, para verificar se essa região e outras poderão se manter na faixa amarela ou, eventualmente, seguir para a faixa verde”, disse Doria.

“Tudo está correndo bem, até aqui estamos com situação sob controle na Região Metropolitana de Campinas”, afirmou o governador.

Em 11 setembro, as reclassificações deixaram de ser quinzenais e passaram a ser mensais. A classificação de outubro será a primeira desde essa mudança.

De acordo com os critérios do Centro de Contingência do Coronavírus do Estado, para passar à fase verde, a região precisa ter no máximo 40 internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e no máximo 5 óbitos por 100 mil habitantes no mesmo período.

Enquanto a fase amarela é considerada de “flexibilização”, a verde é tida como de “abertura parcial”.

Publicidade