Vereadores rejeitam abertura de CP contra Bill

Íntegra do documento foi lida no início da sessão e não houve discussão sobre o tema entre os parlamentares


Foto: Câmara de Nova Odessa
A íntegra do documento foi lida no início da sessão e não houve nenhuma discussão sobre o tema

Os vereadores da Câmara de Nova Odessa rejeitaram na noite desta segunda-feira (07), por cinco votos a três, o pedido de abertura de CP (Comissão Processante) contra o prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB). A íntegra do documento foi lida no início da sessão e não houve nenhuma discussão sobre o tema entre os parlamentares.

Votaram a favor da abertura da CP os vereadores Cláudio José Schooder, o Leitinho (PPS), Professor Antonio (PT) e Thiago Lobo (PCdoB). Já Carla Lucena (PSDB), Carol Moura (Podemos), Ângelo Roberto Réstio, o Nenê (PSDB) e Avelino Xavier Alves, o Pôneis (PSDB), foram contra.

O pedido havia sido protocolado pelo médico Nivaldo Luís Rodrigues, o Dr. Nilvado (sem partido), que foi candidato a vice-prefeito em Nova Odessa pelo SDD na eleição de 2016.

O principal argumento para pedir a cassação do prefeito era o fato do tucano ter sido denunciado criminalmente pelo MP (Ministério Público) na semana passada por desvio de dinheiro da prefeitura e uso de documento público adulterado para beneficiar seu assessor de gabinete e amigo de infância Divair Moreira.

A informação foi revelada pelo LIBERAL. A promotoria pede a perda do cargo, já que Bill custeou com dinheiro público em 2015 as despesas médicas do amigo, que faleceu no mesmo ano. Os pouco mais de R$ 45 mil foram devolvidos.

Questionada pelo LIBERAL, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que o prefeito não iria se manifestar sobre a decisão da Câmara.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora