24 de junho de 2024 Atualizado 14:12

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

MEIO AMBIENTE

Projeto quer restaurar nascentes de água em Nova Odessa

Segundo prefeito, várias nascentes foram soterradas e necessitam de um trabalho de preservação; mapeamento já foi realizado

Por Gabriel Pitor

06 de junho de 2024, às 07h47

Anúncio foi feito durante inauguração de uma usina de compostagem na ETE Quilombo - Foto: Divulgação_Prefeitura de Nova Odessa

Um projeto da prefeitura e da Coden Ambiental quer restaurar nascentes de água em Nova Odessa. A iniciativa foi confirmada ao LIBERAL pelo prefeito Leitinho (PSD) e por representantes da companhia nesta quarta-feira (5), durante evento de inauguração de uma usina de compostagem na ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Quilombo.

Nos últimos dois meses, a Coden e o Executivo realizaram o mapeamento de nascentes do município, inclusive aquelas que foram soterradas.

Já em 29 de maio deste ano foi aberta uma licitação para contratação de uma empresa que fará o trabalho de recuperação desses locais.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“A nossa região é pobre hidricamente. Nova Odessa depende de água represada, que vem das nascentes. Temos algumas nascentes que estão fornecendo água e têm bom represamento, mas precisamos cuidar delas. Há nascentes que foram degradadas, estão muito precárias”, comentou Elsio Álvaro Boccaletto, diretor-presidente da Coden.

“Várias nascentes foram soterradas, por isso é preciso fazer o trabalho de preservação ao redor dela. Vamos plantar árvores nativas, abrir essas nascentes para a água correr até os córregos. No futuro, vamos precisar dessas nascentes, não adianta só construir represa”, completou Leitinho.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

A licitação deve receber propostas até 17 de junho, quando a vencedora será anunciada. De acordo com o chefe do Executivo nova-odessense, a meta é recuperar 50% das nascentes até setembro ou quando atingir 60 dias de vigência do contrato.

Publicidade