22 de maio de 2022 Atualizado 18:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Asfalto

Prefeitura contrata empresa para recapear a Estrada Rodolfo Kivitz

Pavinc Pavimentação, de Osasco, receberá R$ 2,5 milhões para recuperar trajeto de 3,4 mil metros

Por André Rossi

28 Abril 2020, às 10h09 • Última atualização 28 Abril 2020, às 10h17

A Prefeitura de Nova Odessa contratou a empresa Pavinc Pavimentação Infraestrutura e Construção Civil, de Osasco, para realizar a primeira etapa da recuperação da Estrada Municipal Rodolfo Kiviz. Ao custo de R$ 2.516.210,44, a obra deve ser concluída em três meses.

Em fevereiro, a prefeitura chegou a suspender a licitação para realizar uma “pequena revisão” no sistema de drenagem do projeto. O edital de classificação foi publicado na edição do último sábado (25) do Diário Oficial do Município. A segunda melhor proposta foi da empresa Cel Engenharia Ltda, no valor total de R$ 2.597.365,79.

Ao custo de R$ 2.516.210,44, a obra deve ser concluída em três meses – Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal

De acordo com informações da Secretaria de Obras, Projetos e Planejamento Urbano, a ordem de serviço deve ser emitida na próxima semana. A empresa terá 15 dias para começar a obra, que deverá ser executado em três meses.

Trata-se da primeira etapa de recuperação da via, que terá investimento de R$ 4,1 milhões em recursos próprios. A Pavinc será responsável pela recuperação no trecho entre a Rua Frederico Puke e o Córrego Represa. Nesta primeira fase, serão utilizados 10 mil metros quadrados de asfalto. O trajeto total é 3,4 mil metros.

Já a etapa complementar envolve o percurso entre o Córrego Represa e vai até o limite com Santa Bárbara d’Oeste e Americana. O projeto está em fase final de orçamento pela Secretaria de Obras, Projeto e Planejamento Urbano.

São 2,2 mil metros de extensão e custo estimado de aproximadamente R$ 1,5 milhão. Segundo a pasta, a licitação da segunda fase deve ser publicada em maio.

Quando o projeto de recuperação foi anunciado, no início de fevereiro, a obra era tida como prioridade pelo prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB). Como a estrada é municipal, a administração não pôde buscar recursos estaduais para executá-la.

O cronograma prevê a limpeza e o reperfilamento do acostamento, fresagem em vários pontos da extensão, reforço do pavimento por conta do alto tráfego de caminhões, revisão da parte de drenagem, instalação de guard-rail nos dois lados da ponte do Córrego Represa, na Fazenda Velha, entre outras melhorias. Cerca de 2,5 mil veículos trafegam diariamente pela rodovia, segundo a prefeitura.

Publicidade