21 de outubro de 2020 Atualizado 08:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Nova Odessa

Prefeitura assina convênio para levar água encanada ao Pós-Anhanguera

Investimento de R$ 3,2 milhões será realizado através de financiamento com a Caixa Econômica; licitação deve ser lançada em 90 dias

Por André Rossi

10 jun 2020 às 17:17 • Última atualização 10 jun 2020 às 18:05

A Prefeitura de Nova Odessa e a Coden Ambiental assinaram nesta quarta-feira (10) um contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal para levar água encanada para os bairros de chácaras Acapulco, Las Palmas e Recreio Represa, na região do Pós-Anhanguera.

Com investimento estimado em pouco mais de R$ 3,2 milhões, a Coden terá 30 meses de carência para iniciar o pagamento, que pode ser quitado em até 240 meses. A licitação deve ser publicada em 90 dias e a expectativa é de que a obra fique pronta até o início do ano que vem.

Recurso será liberado através do programa “Saneamento Para Todos” – Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação

De acordo com a prefeitura, será construído na região do Pós-Anhanguera um reservatório com capacidade para 250 mil litros de água. Uma adutora com mais de 2,5 mil metros de extensão vai se conectar com os 479 imóveis. Para isso, serão necessários 11,6 mil metros de rede de distribuição.

Os bairros foram criados na década de 1960 e a falta de água encanada era uma reclamação recorrente dos moradores. Em julho do ano passado, o prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB) esteve em Brasília para pleitear junto ao atual Ministério do Desenvolvimento Regional a liberação dos recursos do programa “Saneamento Para Todos”.

“São 60 anos [de espera]. Eu só tenho sete anos de mandato. Fico muito feliz de poder ter contribuído com o Pós-Anhanguera. Demonstramos que não precisava levar 60 anos para levar água para a região”, afirmou Bill.

A notícia foi recebida com ceticismo pelos moradores da região. O contador e presidente da associações de moradores do Recreio Represa, Romildo Codogno, de 55 anos, pede transparência e agilidade na execução da obra.

“Vou acreditar quando ver o negócio funcionando. Tenho chácara aqui desde 1996 e tenho vários protocolos de atendimento pedindo água, manutenção… Só acredito quando estiver pronto”, comentou Romildo.

Esgoto
A região do Pós-Anhanguera ainda não conta com tratamento de esgoto. Segundo o prefeito, está em desenvolvimento um estudo para construção de uma ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) exclusiva para os três bairros.

“São de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões de investimento também [na ETE]. Estamos esperando terminar o projeto para que a gente possa buscar o recurso em cima disso. Acredito que a gente ainda pode anunciar alguma coisa por esses tempos, mas agora o mais importante é água encanada”, comentou Bill.

Podcast Além da Capa
A relação de Americana com Santo Antonio, o padroeiro da cidade, completa 120 anos em 2020, mas a festividade em torno da data foi forçada a ser revista por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o administrador paroquial da Basílica, o padre Valdinei Antonio da Silva. A necessidade do cancelamento de outros eventos da comunidade católica, como as festas de São João de Carioba e do Senhor Bom Jesus, também é abordada com os padres Marcos Ramalho e Marcelo Fagundes.

Publicidade