12 de agosto de 2020 Atualizado 19:22

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Quebra de decoro

Pedido de cassação de Bill é protocolado na Câmara de Nova Odessa

Documento tem como base um caso de 2015 e será votado após o recesso parlamentar

Por André Rossi

14 jul 2020 às 08:28 • Última atualização 14 jul 2020 às 19:59

Um pedido de cassação do prefeito de Nova Odessa, Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB), por quebra de decoro foi protocolado na câmara nesta segunda-feira (13). O documento será lido e votado pelos vereadores após o recesso parlamentar, na sessão do dia 3 de agosto.

O documento foi apresentado por Aparecido Rodrigues de Siqueira, que é pré-candidato a prefeito da cidade pelo PMN.

Bill e o assessor, Divair Moreira – Foto: Facebook / Reprodução

O argumento para quebra de decoro se baseia no fato de Bill ter sido denunciado criminalmente pelo MP (Ministério Público) por desvio de dinheiro da prefeitura e uso de documento público adulterado para beneficiar seu assessor de gabinete e amigo de infância Divair Moreira. O caso aconteceu em 2015.

A denúncia foi aceita pela 11ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) no dia 29 janeiro deste ano e segue em tramitação.

A promotoria pede a perda do cargo público e devolução de R$ 45.178,10. Porém, em 24 de outubro do ano passado, Bill já realizou a restituição voluntária do valor gasto com o tratamento.

“Diante dessa lamentável e gravíssima situação, o prefeito incorreu em infração político-administrativas, especialmente no que diz respeito a ‘proceder de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo’”, mencionou Siqueira na denúncia.

Outro lado
Em nota, o prefeito Bill negou novamente qualquer irregularidade ou prejuízo para a administração, e apontou caráter “eleitoreiro” na denúncia.

“Ressalto que venho conduzindo a prefeitura com muita seriedade e transparência desde 2013 e vou provar, com muita tranquilidade, que não houve qualquer irregularidade. Por fim, lamento muito que a memória do pastor Divair Moreira e sua família voltem a ser expostas com objetivos eleitoreiros”, traz a nota.

Podcast Além da Capa
Totalmente paralisado na região desde o início da quarentena de combate ao novo coronavírus, o setor de eventos ainda está “no escuro” sobre quando as atividades poderão ser retomadas, ainda que de forma parcial. Além da indefinição, uma série de dificuldades surgiram por conta da situação. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter André Rossi sobre o panorama do segmento em Americana e região.