Nova Odessa passa a exigir cartão para atendimentos na Saúde

Medida conclui o plano da Secretaria de Saúde, que fez um recadastramento de pacientes para evitar o uso da rede por moradores de cidades vizinhas


A partir da próxima segunda-feira (10), o usuário da rede pública de Nova Odessa vai precisar do Cartão +Saúde para agendar consultas com médicos especialistas, tanto no Ambulatório de Especialidades como nas UBS’s (unidades básicas de saúde). Sem o documento, não haverá atendimento.

A medida conclui o plano da Secretaria de Saúde, que fez um recadastramento de pacientes para evitar o uso da rede municipal por moradores de cidades vizinhas.

“Infelizmente, a gente constata que muitas pessoas de outras cidades usam o endereço de um amigo ou parente e vem buscar atendimento aqui”, disse o secretário Vanderlei Cocato.

Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação
Cartão será exigido também para quem busca vacinas

Nas UBS’s, o cartão será exigido também para quem busca vacinas. O mesmo procedimento será adotado em relação aos pedidos de exames. Quem não tiver o cartão, não conseguirá atendimento.

O secretário ressalta também que não serão barrados os pacientes que já estão aguardando por uma consulta com especialista ou exame. “Porém, é importante deixar bem claro que no retorno com o médico, o usuário já deve estar com o Cartão +Saúde. Caso contrário, não conseguirá ser atendido”, afirmou.

Recadastramento

Os documentos exigidos para o recadastramento e, consequentemente, para emissão do Cartão +Saúde, são os originais de RG, CPF e comprovante de endereço (água, luz, internet e outros) em nome do requerente.

O CTVP (Centro de Treinamento e Valorização Profissional) fica na Avenida Eddy de Freitas Crissiúma, número 150, Centro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora