20 de Maio de 2020 Atualizado 18:08

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Nova Odessa confirma mais dois casos de coronavírus

Pacientes são dois homens; um tem 32 anos e mora no Santa Luiza e o outro tem 46 e reside no São Jorge

Por Marina Zanaki

20 Maio 2020 às 18:08

A Prefeitura de Nova Odessa confirmou nesta quarta-feira (20) mais dois casos positivos do novo coronavírus (Covid-19). Os pacientes são dois homens e estão cumprindo isolamento domiciliar com monitoramento da Secretaria de Saúde.

Segundo a prefeitura, um dos pacientes tem 32 anos e mora no Jardim Santa Luiza. Ele apresentou quadro gripal, pagou exame em laboratório particular e testou positivo para coronavírus.

O outro paciente tem 46 anos e mora no Jardim São Jorge. Ele procurou a rede municipal de saúde com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), foi testado e teve a infecção confirmada.

A cidade tem 24 casos positivos, dos quais dois pacientes morreram e dez estão curados.

A Vigilância Epidemiológica da cidade ainda aguarda laudos de oito casos suspeitos, incluindo uma morte.

Outros 38 pacientes com gripe estão sendo monitorados pela Secretaria de Saúde de Nova Odessa. Desde o início da pandemia, 34 casos suspeitos foram descartados.

ALERTAS
A prefeitura tem alertado sobre o crescimento de casos na cidade nas últimas semanas. Na terça-feira (19), o governo municipal apontou que os casos dobraram em um período de 19 dias, passando de 11 para 22 casos.

Nesta quarta, a prefeitura voltou a apontar para o crescimento de casos. “Em três dias, o município contabilizou cinco resultados positivos e agora soma 24 infectados, entre eles dois mortos”, informou a administração municipal.

Secretário de Saúde, Vandelei Cocato fez uma publicação em sua página do Facebook, no domingo (17), criticando a falta de cumprimento da quarentena. O texto foi escrito após um evento reunir 300 pessoas em uma praça da cidade.

“Comparando a municípios grandes, os números (de casos) são baixos, mas a gente vem cobrando a população para ter consciência, não simplesmente acusar o poder público e nos cobrar que fiscalize”, disse o secretário na segunda-feira ao LIBERAL.

“A gente vê muitas pessoas questionando o poder público que tem gente na rua, se aglomerando, fazendo churrascos, festas, estão sendo irresponsáveis. Na semana passada nosso sistema de saúde estava carregado, 80% da capacidade do hospital municipal”, disse o secretário.