22 de maio de 2024 Atualizado 19:29

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

POLÍCIA

Homem é preso após matar o irmão com tiro em Nova Odessa

Detido chegou a dizer que a vítima tinha atirado contra ela mesma, mas depois confessou ser o autor do disparo, segundo a PM

Por Paula Nacasaki

17 de abril de 2024, às 09h38

Um representante comercial de 49 anos foi preso suspeito de matar o irmão com um tiro na nuca após uma confusão ocorrida na noite desta terça-feira (16), em Nova Odessa.

O detido, Nicola Palladino Filho, chegou a dizer que seu irmão tinha atirado contra ele mesmo, mas depois confessou ser o autor do disparo, conforme relato da PM (Polícia Militar) no boletim de ocorrência. A vítima é José Luis Palladino, de 48 anos.

No imóvel foram apreendidas quatro pistolas, uma espingarda, um revólver e munições – Foto: Polícia Militar/Divulgação

Segundo o registro policial, por volta das 21h30, policiais militares foram chamados para atenderem uma ocorrência de tentativa de suicídio em um apartamento no condomínio Green Village, na Rua Júlio Moreira de Morais.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Quando chegaram ao endereço, os militares foram recebidos por Nicola. José Luis ainda estava com vida e foi socorrido ao Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana.

Inicialmente, o representante comercial relatou que o irmão tinha tentado se matar, atirando contra si. Entretanto, como o ferimento estava na nuca, os PMs pediram a Nicola para que relatasse novamente o ocorrido e, neste momento ele confessou que tinha atirado contra José Luís.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Aos policiais, o representante comercial contou que ele e o irmão estavam bebendo no apartamento, e em determinado momento, iniciou-se uma discussão que evoluiu para uma briga. Na sequência, José Luis teria pegado o revólver e, então, Nicola tomou a arma da mão do familiar e atirou contra ele.

Enquanto atendiam a ocorrência, os policiais foram informados pelo Hospital Municipal que a vítima, apesar do socorro prestado, tinha morrido por complicações do ferimento.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Diante dos fatos, o autor do disparo foi autuado em flagrante por homicídio pelo delegado Robson Gonçalves de Oliveira. A motivação da briga não foi informada.

Dentro do apartamento, os PMs encontraram e apreenderam quatro pistolas, uma espingarda, um revólver e munições. O detido informou ser CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador). Essas informações serão averiguadas junto ao Exército, de acordo com a Polícia Civil.

Publicidade