26 de outubro de 2021 Atualizado 20:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PERNOITE DEVE CUSTAR R$ 80

Com 80 vagas para pernoite, Nova Odessa terá ‘Pátio dos Caminhões’ a partir de 2022

Empreendimento deve gerar 50 empregos no município e pode ser ampliado no futuro

Por Pedro Heiderich

20 set 2021 às 19:18 • Última atualização 20 set 2021 às 19:20

Anúncio foi feito pelo empresário Breno de La Rue ao prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, em visita ao Paço Municipal - Foto: Divulgação - Prefeitura de Nova Odessa

Nova Odessa irá ganhar, a parir de 2022, o “Pátio dos Caminhões”, empreendimento que inicialmente deve atender cerca de 80 veículos para pernoite e estacionamento. Empreendimento deve gerar 50 empregos no município e pode ser ampliado no futuro.

O anúncio foi feito pelo empresário Breno de La Rue, diretor da Indústria e Comércio Fios Ltda, ao prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD), após encontro no Paço Municipal nesta segunda-feira (20).

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O “Pátio dos Caminhões” será um complexo para estadia de veículos de carga e atendimento de motoristas. Conforme apurado pelo LIBERAL, o pernoite deve custar por volta de R$ 80 por caminhão, com a refeição sendo paga à parte.

Com 43 mil metros quadrados, o complexo será instalado em uma área industrial localizada na Rodovia Arnaldo Júlio Mauerberg, na ligação com a Rodovia Anhanguera (SP-330), onde estão empresas de Nova Odessa e Americana.

A área foi adquirida pelo grupo de outra empresa próxima, a KS Pistões, que a utilizava como complexo esportivo.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Local também vai contar com refeitório, vestiários e área de lazer para os motoristas (incluindo salão de jogos), além de serviços de borracharia e auto elétrica para seus veículos.

O valor da estadia vai variar conforme o porte do veículo de carga. Os recursos investidos na obra são do próprio grupo empresarial, aproveitando parte da infraestrutura que já existia no terreno.

Histórias do Coração merecem ser contadas toda semana.

“O Pátio dos Caminhões estará numa posição estratégica, em que o pedágio da Anhanguera não interfere. Poderemos atender as transportadoras da cidade e região e outras empresas”, explica o empresário Breno de La Rue.

“Além de aguardar pela carga em um lugar seguro, os motoristas terão opções de lazer, fazer sua refeição e tomar seu banho – e normalmente só podem contar com a infraestrutura dos postos de combustíveis”, frisa o prefeito Leitinho.

A reportagem tentou contato com Breno para saber o valor médio das estadias e do investimento. Também questionamos se há alguma referência desse tipo de serviço pela região que servirá de espelho. Entretanto, o LIBERAL não obteve retorno do empresário.

Publicidade