Arrastão contra dengue vistoria 7,1 mil imóveis em 15 bairros

Setor de Zoonoses de Nova Odessa encerrou no último final de semana os arrastões de combate à dengue programados para 2019


O Setor de Zoonoses de Nova Odessa, vinculado à Secretaria de Saúde do município, encerrou no último final de semana os arrastões de combate à dengue programados para 2019. Balanço divulgado nesta segunda-feira (9) pelo órgão revela que foram visitados 7.178 imóveis em 24 sábados de trabalho. Foram recolhidos 51 caminhões de potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti em 15 bairros percorridos.

Os arrastões são realizados aos sábados e envolvem 13 funcionários da prefeitura. São escolhidos para as operações bairros com casos confirmados da doença. Segundo a coordenadora do Setor de Zoonoses, a veterinária Paula Faciulli, os campeões de criadouros do mosquito transmissor da dengue este ano foram os jardins Alvorada (12 caminhões recolhidos), São Jorge e Campos Verdes, com seis caminhões cada.

Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação
Arrastões contra a dengue percorreram 15 bairros de Nova Odessa neste ano

Entre os dias 12 de janeiro e 7 de dezembro. foram mais de 1,3 mil imóveis visitados no Alvorada, 1.095 no São Jorge, 927 no São Manoel e 567 no Campos Verdes, além de outros 3,3 mil em 11 bairros. “Os criadouros mais comuns nos imóveis vistoriados foram tambores com água e ralos de quintal”, explicou Paula.

O secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, destacou a importância dos arrastões e pediu a colaboração da população.

“É um trabalho fundamental no combate à dengue. É claro que ele é combinado com uma série de outras ações, como visitas casa a casa, em empresas e um forte trabalho de conscientização nas escolas do município. Mas, para que possamos vencer a guerra contra o mosquito, precisamos do envolvimento de toda a sociedade, eliminando qualquer possibilidade de criadouro em suas residências”, afirmou.

Os arrastões para eliminação de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti serão retomados em janeiro. De acordo com números da Vigilância Epidemiológica, já foram notificados 1.642 casos no município este ano, com 923 confirmados.

As informações são da Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Nova Odessa.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora