29 de maio de 2024 Atualizado 19:38

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Polícia

Em Hortolândia, corpo é encontrado com marca de tiros na cabeça

Trabalhador colocava cerca em um terreno quando avistou o corpo, na manhã do último domingo

Por Cristiani Azanha

15 de abril de 2024, às 18h16

O corpo de um homem em estado de decomposição foi localizado em por um trabalhador em um terreno, no bairro Chácara Havai, em Hortolândia, na manhã do último domingo (14).

Os peritos do IC (Instituto de Criminalística) de Americana constataram que a vítima tinha duas possíveis marcas de tiros na cabeça, mas, devido à situação do cadáver, a confirmação deverá ser feita no exame necroscópico do IML (Instituto Médico Legal).

Até o fim da tarde desta segunda-feira (15), o homem ainda permanecia sem identificação.

Segundo o boletim de ocorrência, um trabalhador estava colocando uma cerca no terreno, quando se afastou um pouco de suas tarefas e acabou vendo o corpo.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A GCM (Guarda Civil Municipal) e a Polícia Civil estiveram no local e confirmaram que se tratava de um amplo terreno de área verde, sem nenhuma construção próxima e sem nenhuma câmera de vigilância que pudesse apontar o momento exato do ocorrido, assim como identificar os responsáveis pelo suposto crime.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

A polícia acredita que a vítima já estava morta há dois ou três dias. Em um arbusto próximo ao corpo havia gotas de sangue, que podem ser da vítima. Não foi encontrado nenhuma cápsula de munição de arma de fogo ou qualquer outro objeto que poderia ter sido usado no crime.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

No entanto, os policiais apreenderam alguns cartões bancários e dinheiro perto do corpo. O caso foi registrado como morte suspeita e será apurado pelo 2º DP (Distrito Policial), do Jardim Amanda, em Hortolândia.

Publicidade