18 de abril de 2021 Atualizado 16:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Sociedade de Medicina e Cirurgia atualiza protocolos de prevenção à Covid-19

Material foi disponibilizado no site da associação gratuitamente e apresenta cuidados que a população deve adotar para prevenir o contágio

Por Milton Paes

06 abr 2021 às 11:58

A SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas) atualizou seus protocolos de prevenção à Covid-19 para informar à população quais os cuidados mais importantes, em diferentes situações, visando evitar a disseminação da doença.

Os protocolos podem ser baixados gratuitamento no site da associação para impressão e fixação em elevadores, condomínios e estabelecimentos comerciais.

Presidente da Sociedade de Medicina, Fátima Bastos – Foto: Divulgação

Paralelamente, a SMCC também retomou a campanha nas redes sociais para reforçar todas as medidas, que se tornaram ainda mais importantes no momento atual, com o aumento de casos e saturação do sistema de saúde.

Os protocolos explicam os cuidados que a pessoa deve ter ao sair de casa, ao entrar em casa, ao utilizar o transporte público, na suspeita ou confirmação de Covid-19 e como conviver com uma pessoa contaminada dentro da residência.

“Desde o início da pandemia, os cuidados vêm sendo divulgados em momentos diferentes, então nós decidimos centralizar todos para que fique mais fácil para a população se informar de maneira segura”, explica a presidente da SMCC, Dra. Fátima Bastos.

“Esse material está disponível para todos, tanto em nossas redes sociais quanto no nosso site, de onde podem ser baixados, impressos e fixados em locais com grande circulação de pessoas, como elevadores, condomínio, clínicas, comércio, consultórios, etc.”, orienta.

De acordo com Fátima Bastos, com o passar do tempo, as pessoas acabam ficando mais relaxadas e deixando de tomar os cuidados necessários. “Um exemplo é a pessoa que não lava a máscara, que a utiliza abaixo do nariz, que mexe em uma maquininha de cartão de crédito e não higieniza as mãos, que chega em casa e fica com a mesma roupa que estava circulando na rua”, exemplifica.

“O momento é grave e precisamos nos cuidar mesmo. Nem sempre a pessoa pode ficar dentro de casa, por isso, é importante que esteja atenta em situações com mais riscos”, comenta.

Publicidade