15 de setembro de 2021 Atualizado 00:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Campinas

Motorista de ônibus é agredido após recusar que passageiros pulassem catraca

Os acusados, entre eles um adolescente de 17 anos e um homem de 25 anos, foram detidos e confessaram o crime

Por Maria Eduarda Gazzetta

23 jul 2021 às 11:47 • Última atualização 23 jul 2021 às 11:51

Um motorista de ônibus da linha 261 do transporte público de Campinas foi agredido na noite desta quinta-feira (22) por dois passageiros após recusar que eles pulassem a catraca sem pagar pela passagem. O caso aconteceu no Terminal Mercado, no Centro da cidade.

Um dos passageiros jogou uma garrafa no letreiro do ônibus – Foto: SetCamp / Divulgação

De acordo com registros policiais, os dois homens, sendo um adolescente de 17 anos e um jovem de 25, entraram no ônibus e discutiram com o motorista que não havia liberado que pulassem a catraca sem pagar pela viagem.

Neste momento, eles teriam agredido o condutor. Segundo testemunhas, o motorista tentou se defender dos chutes e socos. Um dos passageiros ainda jogou uma garrafa no letreiro do ônibus.

Uma pessoa que passava pelo local e viu as agressões, acionou a polícia. Com a descrição dos acusados, os policiais encontraram a dupla ainda na área central da cidade.

Eles confessaram o crime, foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia de Campinas. O caso foi registrado como dano ao patrimônio e lesão corporal.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A Transurc, empresa responsável pelo transporte público de Campinas, informou ao LIBERAL que o motorista está bem e já retornou ao trabalho nesta sexta-feira (23). A empresa calcula em R$ 1,2 mil o prejuízo para reparar os danos.

O Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano e Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas, o SetCamp, informou que repudia qualquer tipo de violência e classifica a agressão sofrida pelo motorista como covardia.

“O profissional estava trabalhando e, no exercício da função, buscou orientar os agressores que queriam pular a catraca para não pagar pelo serviço de transporte. Enquanto um dos agressores segurou a vítima, o outro desferiu socos e pontapés contra o motorista. O SetCamp enaltece o trabalho realizado pelas autoridades policiais que identificaram e prenderam os criminosos”, escreveram em nota.

Publicidade