24 de fevereiro de 2021 Atualizado 17:23

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

COVID-19

Internada por 11 dias, vereadora teve pneumonia além da Covid-19

Guida Calixto, de Campinas, teve alta na última quarta-feira e falou sobre a infecção pelo coronavírus

Por Milton Paes

11 fev 2021 às 18:13

Vereadora teve alta na quarta-feira (10), do Hospital da PUC-Campinas, e se recupera em casa - Foto: Divulgação

A vereadora Guida Calixto (PT), eleita para seu primeiro mandato na Câmara de Campinas, e que ficou internada por 11 dias com o novo coronavírus (Covid-19) conversou nesta quinta-feira (11) com o LIBERAL. Ela teve alta na quarta-feira (10), do Hospital da PUC-Campinas, e se recupera em casa.

“No meu caso, além da pneumonia viral causada pela Covid-19, eu desenvolvi pneumonia bacteriana também. Nesse caso, o que complicou foi devido a primeira equipe médica que assumiu meu caso ter demorado a realizar alguns exames que seriam efetivos a frear o avanço da segunda pneumonia. Por isso eu não tinha melhoras no quadro e não conseguia respirar sem o oxigênio”, contou ao LIBERAL.

“Mas quando a segunda equipe médica assumiu o caso, aí a batalha foi contra o tempo para que eu não precisasse ser intubada. Já com os exames em mãos, modificaram toda a medicação e assim, as febres, as faltas de ar, começaram a diminuir e o meu quadro foi evoluindo positivamente”, diz.

Agora a parlamentar está em casa sendo cuidada pela filha, familiares e amigos. Ela diz ainda sentir quedas de pressão e fraqueza. Em qualquer esforço mínimo possível, se cansa.

Guida Calixto responsabilizou diretamente o governo federal na demora por realizar ações que seriam importantes para um controle maior da pandemia no País.

“Eu não tenho a menor dúvida de que as mortes enfrentadas no Brasil devido a Covid-19 têm um responsável principal que é Jair Bolsonaro e todo seu governo”, criticou. “A situação do País só não foi pior porque temos o SUS e um grupo de profissionais da saúde, com raras exceções, que salvam a vida daqueles que conseguiram sobreviver aliviando o quadro que seria muito pior do que está sendo essa tragédia”, desabafou.

A vereadora disse ainda que teme reflexos em sua saúde após a Covid-19. “Vou procurar ajuda médica e vou dedicar minha vida a ajudar as pessoas vítimas dessa terrível doença”.

Balanço

A Secretaria de Saúde de Campinas atualizou as informações referentes à
Covid-19 na cidade.

De acordo com o boletim desta quinta-feira, Campinas registrou mais 392 casos de contaminação nas últimas 24 horas, totalizando 64.771 pessoas que contraíram a doença desde o início da pandemia.

Foram registrados mais 12 óbitos, elevando o número para 1.746 pessoas que perderam a vida para a Covid.

O número de pessoas internadas registrou uma ligeira melhora desta quarta para a quinta. O número de pessoas internadas em enfermaria Covid, que era de 289, passou para 277. Em UTI Covid, passou de 277 para 198 doentes atendidos.

Publicidade