25 de fevereiro de 2021 Atualizado 13:12

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

COVID-19

Campinas inicia vacinação de idosos entre 85 e 89 anos

Município recebeu 4,1 mil inscrições desta faixa etária para tomar vacina contra a Covid-19

Por Milton Paes

11 fev 2021 às 10:53

Vacinação de idosos já começou em Campinas - Foto: Fernanda Sunega / Prefeitura de Campinas

Começou nesta quinta-feira (11), em Campinas, a vacinação contra a Covid-19 para idosos entre 85 e 89 anos. A aplicação de doses faz parte da quarta etapa de vacinação municipal.

A vacinação do novo grupo ocorre nos dois centros de imunização que são: o Centro de Vivência dos Idosos e o Caic Vila União. As duas unidades funcionam das 8h às 22h de segunda a sexta-feira, e das 8h às 18h aos sábados e domingos. A aplicação também pode ser feita dentro do carro, pelo sistema de drive-thru.

O agendamento para esses grupos começou nesta quarta-feira (10) e pode ser feito no site www.vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. O primeiro dia de agendamentos recebeu 4,1 mil inscrições.

Para receber a dose, no dia e hora marcados a pessoa deve apresentar documento com foto e comprovante de endereço. Campinas conta com cerca de seis mil idosos entre 85 e 89 anos.

A ampliação do grupo de imunizados é a terceira beneficiando idosos, sendo que na última quinta-feira (4) a cidade iniciou a vacinação para idosos acima de 90 anos. Já para idosos moradores em asilos, a vacinação começou a ser feita no dia 27 de janeiro.

“Nós continuamos abrindo grupos de acordo com as doses recebidas e respeitando o Plano Nacional de Imunização. Pedimos o comprovante de endereço porque cada município recebe o número de doses de acordo com a população estimada. Não podemos vacinar munícipes de outras cidades justamente porque não teremos doses suficientes e pode faltar para um campineiro”, explica Andrea von Zuben, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa).

A prefeitura informou que mantém a opção de atendimento em domicílio para os idosos acamados ou com dificuldade de locomoção, que já conta com cerca de mil cadastros, mas orienta que, neste caso, a aplicação pode demorar. Portanto, a orientação é que, quem conseguir, vá até o centro de vacinação.

Profissionais da saúde

A Secretaria de Saúde começou também ontem a aplicar a segunda dose da vacina contra Covid-19 em profissionais que atuam no atendimento direto a pacientes com coronavírus. A expectativa é vacinar cerca de 800 pessoas até esta quinta.

Na cidade, a vacinação deste público teve início no dia 21 de janeiro. Como na primeira etapa, as doses foram enviadas para os hospitais, que são os responsáveis pela aplicação da vacina.

Publicidade