27 de maio de 2022 Atualizado 16:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Saúde

Omar anuncia reforma da Ala 2 do HM e promete conclusão até dezembro

Investimento de R$ 499 mil será dividido entre emenda parlamentar e contrapartida municipal, com obras que visam reformulação do espaço

Por Leonardo Oliveira

08 Setembro 2020, às 11h02 • Última atualização 08 Setembro 2020, às 11h15

O prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), anunciou nesta terça-feira (8) que a prefeitura vai reformar a Ala 2 do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi. Com previsão de acabar ainda na gestão Omar, ate dezembro deste ano, as obras custarão R$ 499 mil.

Ala 2 do Hospital Municipal será reformulada em obra que deve ser entregue até 21 de dezembro – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Esse valor será dividido entre uma emenda parlamentar de R$ 399,6 mil do deputado federal Orlando Silva (PCdoB) e contrapartida de R$ 99,59 mil da própria administração municipal.

No local, funcionam 14 leitos de internação pré e pós-cirúrgico, principalmente para casos de ortopedia, segundo o prefeito.

O anúncio foi feito em um vídeo divulgado na página de Omar no Facebook. “Fico muito contente com essa reforma. Com isso a gente vai atingindo nosso objetivo que é reformar o Hospital [Municipal Dr. ] Waldemar Tebaldi, digno de qualquer hospital de nossa região”, declarou.

De acordo com Omar, a área reformada tem 372 metros quadrados. Serão feitas obras de alvenaria, instalações elétricas e hidráulicas, rede de esgoto, iluminação em LED, rede de gases, piso, manta vinílica, portas e janelas, chuveiros, lavatórios e vasos sanitários.

As melhorias serão executadas pela empresa A.C. Camargo Construções e a previsão de término é 21 de dezembro de 2020, diz Omar.

“Reformamos a Ala 1 inteira, terminou o pronto-socorro e agora consegue nessa gestão ainda fazer a Ala 2. A gente entrega mais de 50% do Hospital Municipal revitalizado e tudo com tecnologia de ponta, tudo na gestão do senhor”, disse o secretário de Saúde de Americana, Gleberson Miano, se dirigindo a Omar.

Publicidade