27 de janeiro de 2021 Atualizado 17:10

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

COVID-19

‘Na hora exata’, diz Gleberson sobre novo pronto-socorro

Para secretário, momento da entrega da unidade “parece Deus agindo em Americana”; antigo prédio pôde ser reservado para lidar com a pandemia

Por Bruno Moreira

13 jun 2020 às 09:37 • Última atualização 14 jun 2020 às 10:01

No dia 7 de fevereiro, pouco mais de um mês antes de a OMS (Organização Mundial da Saúde) ter declarado o novo coronavírus (Covid-19) como pandemia, foi inaugurado o novo pronto-socorro do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana, mais de dez anos depois do anúncio do início da obra.

Para o secretário de Saúde da cidade, Gleberson Miano, o momento da entrega da unidade, cinco semanas antes do anúncio da pandemia, “parece Deus agindo em Americana e nos ajudando”.

“Eu disse isso para outras pessoas em uma conversa outro dia: nós inauguramos o pronto-socorro na hora exata. Liberar o espaço do pronto-socorro antigo possibilitou que a gente montasse um anexo hospitalar exclusivo para a pandemia. Isso foi fundamental para toda estratégia de tratamento criada”, define.

Gleberson se refere à mudança de prédio viabilizada pela inauguração do novo espaço. O imóvel antigo foi estruturado para receber exclusivamente pacientes relacionados à Covid-19.

Na terça-feira (9), a quantidade de respiradores destinados a casos da doença aumentou de 10 para 15 com recebimento de cinco equipamentos enviados pelo Governo do Estado.

Publicidade