15 de janeiro de 2021 Atualizado 23:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ABASTECIMENTO

Moradores relatam falta d’água em ao menos 14 bairros de Americana

Manutenção na captação e alto consumo impactam abastecimento na cidade, segundo o DAE

Por André Rossi

08 jan 2021 às 07:44 • Última atualização 08 jan 2021 às 07:53

Moradores de ao menos 14 bairros de Americana reclamam da falta d’água desde o início da semana. Uma manutenção no ponto de captação de água bruta do Rio Piracicaba teve de ser realizada nesta quinta-feira (7), o que agravou a situação, aliado ao alto consumo por parte da população, segundo o DAE (Departamento de Água e Esgoto).

A autarquia executou um “extenso trabalho” de limpeza no ponto de captação por conta de lixo acumulado em virtude da chuva. Era esperado que o serviço afetasse o abastecimento da ETA (Estação de Tratamento de Água), e por consequência, prejudicasse a distribuição em sete bairros.

Foram eles: Santa Maria, Santa Catarina, Cidade Jardim, Jardim da Paz, Parque Novo Mundo e parte baixa do São Luiz.

Na Cidade Jardim, falta d’água se somou a poço fechado para manutenção – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

No entanto, desde o início da semana, o LIBERAL recebeu relatos de moradores apontando desabastecimento em ao menos 14 bairros, que incluem o Jardim São Paulo, Vila Frezzarin, Jardim Terramérica, Jardim Boer, Parque Residencial Jaguari, Nova Carioba, Jardim Progresso e Vila Lourecilda.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O comprador Alex Fernando Mesquita, 34, do Jardim Boer 2, contou que está sem água desde terça-feira. De acordo com o morador, inicialmente o DAE disse que o nível do reservatório que abastece a região estava “muito baixo”. Depois, foi informado sobre a situação no Rio Piracicaba.

“Falaram que na madrugada de hoje [ontem] iria ser reestabelecido, só que acordamos pela manhã e tive que buscar água em outro bairro, na casa do meu pai, para fazer higiene pessoal”, contou Alex.

Já a dona de casa Ione Aparecida do Carmo Silveira, 55, tem enfrentado dificuldades no Cidade Jardim. A água que chegou até sua residência não foi suficiente para encher a caixa d’água. Além disso, o poço artesiano do bairro está fechado para manutenção.

“A gente está sem ter onde pegar água. Está tudo seco, não tem nada. Você tem que dar descarga, lavar louça. Não encheu [a caixa] e secou tudo”, lamentou Ione.

Outro lado
Em nota enviada na tarde de quinta-feira, o DAE informou que o problema no ponto de captação ocorreu por conta da “grande quantidade de lixo decorrente da chuva e que se concentrou próximo a captação de água no Rio Piracicaba”.

A previsão era de que o abastecimento fosse normalizado durante o dia. Já sobre os demais relatos de falta d’água, a autarquia disse que enfrentava “uma série de questões” nesta quinta-feira.

“Não apenas os serviços de manutenção na captação, mas também o alto consumo por parte da população, acabaram impactando o abastecimento de água na cidade”, resumiu o DAE.

Publicidade