Juninho Dias quer proibição de álcool em feiras noturnas

Texto altera dispositivos da lei instituída a partir do projeto que deu origem à feira noturna do São Manoel, única do gênero na cidade


O vereador de Americana Juninho Dias (MDB) protocolou na câmara um projeto de lei para proibir a comercialização de bebidas alcoólicas em feiras noturnas da cidade. O texto altera dispositivos da lei instituída a partir do projeto do vereador Odir Demarchi (PR), que deu origem à feira noturna do São Manoel, única do gênero na cidade, e que não veta venda de álcool.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Juninho (à direita) acha que feira viraria “balada”

Uma das alterações permite realizar a feira noturna em outros locais. A propositura foi protocolada na última segunda. Juninho disse ao LIBERAL que pretende apresentar uma emenda hoje para alterar pontos do projeto.

O vereador não informou especificamente quais pontos podem ser retirados. O texto também veta a venda de medicamentos, gasolina, armas e munições, publicações de “caráter obsceno” e pastéis, doces, balas e guloseimas que não estejam protegidas por “envoltórios” impermeáveis.

Para justificar a restrição nas feiras noturnas, o vereador se baseia em leis municipais: nº 3.916/2003, que proíbe a venda de bebidas em hospitais, escolas, postos médicos, rodoviária e terminais, e nº 6.259/2018, que não permite que ambulantes vendam álcool.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora