11 de agosto de 2022 Atualizado 19:52

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Polícia

DIG detém dois suspeitos em terceira fase da Operação Ferro Velho

Quase uma tonelada de fios, avaliada em R$ 100 mil, foi apreendida, além de drogas e um revólver

Por Maria Eduarda Gazzetta

28 de junho de 2022, às 21h06

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana, em conjunto com a Gama (Guarda Municipal de Americana), desencadeou a “Operação Ferro Velho”, na manhã desta terça-feira (28). As equipes cumpriram 13 mandados de busca e apreensão em depósitos de sucatas de Americana e Santa Bárbara d’Oeste.

Dois homens, um de 55 e outro de 31 anos, foram presos por receptação e posse de ilegal de arma, respectivamente.

Fios apreendidos estão avaliados em cerca de R$ 100 mil – Foto: DIG de Americana / Divulgação

Esta é a terceira fase da Operação Cuprum, que tem como objetivo combater o grande número de furtos de fios e cabos elétricos, praticados em pelo menos sete empresas e comércios dos dois municípios, desde novembro do ano passado.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

As equipes cumpriram os mandados em comércios de sucatas nas ruas dos Cactos, das Petúnias, dos Colibris, Luiz Braga, Mário Barbosa, Maranhão, Rio Claro, Tarquínio Benencase, Japurá, Guaíba, além das avenidas Prefeito Abdo Najar e Tietê – todas em Americana. A Gama e a DIG também foram a um depósito na Rua do Magnésio, em Santa Bárbara.

Além dos fios, vários outros objetos foram apreendidos – Foto: DIG de Americana / Divulgação

De acordo com informações da delegacia especializada, foram apreendidos mais de 900 quilos de fios de cobre, avaliados em cerca de R$ 100 mil; um revólver; materiais elétricos frutos de roubo a cargas; placas de bronze de sepulturas; um gerador de energia, avaliado em R$ 7 mil; 36 porções de maconha, uma ave silvestre, hidrômetros e materiais da companhia de água e esgoto, além de cabos da empresa de energia.

Séries, filmes, games, quadrinhos: conheça o Estúdio 52.

“A operação teve um êxito muito grande e podemos dizer que essa fase foi a mais abrangente. Agora, as investigações prosseguem para apurar os objetos apreendidos”, comentou ao LIBERAL o delegado da DIG, José Donizeti de Melo.

Operação foi deflagrada nesta terça-feira – Foto: DIG de Americana / Divulgação

A Vigilância Sanitária também fiscalizou os estabelecimentos. O órgão autuou 11 deles e interditou sete que apresentaram irregularidades.

PRISÕES
Durante a operação, dois homens, um de 55 anos e outro de 31, foram presos por receptação e por posse ilegal de arma de fogo, respectivamente. O primeiro, que mora no São Roque, em Americana, era proprietário de um depósito de sucatas e foi transferido para a Cadeia Pública de Sumaré. Já o outro, de 31 anos, morador do Parque Novo Mundo, pagou fiança e foi liberado.

Publicidade