20 de outubro de 2020 Atualizado 20:08

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Com impressora 3D, bombeiro de Americana fabrica e doa protetores faciais

Rodrigo Izidoro da Silva iniciou a produção no mês de março e já doou cerca de 300 protetores; ele reúne doações para comprar materiais

Por Isabella Holouka

29 abr 2020 às 16:41 • Última atualização 30 abr 2020 às 14:57

Desde o mês de março, a impressora 3D do bombeiro Rodrigo Izidoro da Silva, de 36 anos, está dedicada à fabricação de protetores faciais de acrílico, também chamados de face shields, para profissionais que atuam em atividades de risco no combate ao novo coronavírus (Covid-19).

O bombeiro Rodrigo Izidoro com um dos protetores faciais produzidos com ajuda de impressora 3D – Foto: João Carlos Nascimento – O Liberal

Segundo o bombeiro, cerca de 300 proteções já foram fabricadas e doadas no interior do Estado, inclusive para o Hospital Municipal de Americana.

Rodrigo já possuía uma impressora 3D e se dedicava à produção de bonecos como passatempo. Agora, ele e a esposa, Ana Paula Vizzotto, de 30 anos, se revezam na máquina.

A produção chega a 10 unidades por dia e, além do HM, os equipamentos já foram entregues a equipes do Corpo de Bombeiros de diversas cidades da região, além de profissionais que o procuram pedindo ajuda.

Ele conta que as impressões tiveram início com o conhecimento do Projeto Hígia, que recebe e doa proteções individuais em todo o Brasil. Entretanto, o bombeiro foi além, reúne doações para a compra de materiais na região e planeja a entrega das máscaras por conta própria.

“Trabalho há 10 anos no resgate, então a motivação de ajudar as pessoas se torna natural. Enquanto eu tiver material e a impressora estiver funcionando, vou produzindo”, falou ao LIBERAL.

“Não tenho uma meta, eu quero atingir o máximo possível de profissionais”.

Protetor em acrílico cobre todo o rosto e pode ser lavado – Foto: João Carlos Nascimento – O Liberal

Doações
O Hospital Municipal confirmou o recebimento das doações de Rodrigo nesta quarta-feira (29) e também anunciou a entrega de outros 400 equipamentos de proteção, todos confeccionados com impressão 3D.

Desta vez, os protetores foram doados pela comunidade escolar Avenues World School, que fica em São Paulo.

O representante do grupo, João Costa, falou que a ação está ligada à missão da escola.

“Decidimos encarar a situação da pandemia em que nos encontramos de frente, analisando o que poderíamos fazer para ajudar”, disse.

O superintendente do HM, José Carlos Marzochi, agradeceu em nome de toda a equipe da unidade.

“É gratificante saber que toda a população está mobilizada neste momento tão delicado de enfrentamento à pandemia do Covid-19”, afirmou.

Publicidade