22 de novembro de 2020 Atualizado 21:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Eleições 2020

Chapa do PT é oficializada e defende participação popular em Americana

Convenção definiu a candidatura de Lurdinha Ginetti para prefeita e o bancário aposentado Fernando Alvetti de vice

Por Leonardo Oliveira

13 set 2020 às 13:56 • Última atualização 16 out 2020 às 10:44

Realizada de maneira virtual na manhã deste domingo (13), a convenção do PT aclamou a ex-vereadora Lurdinha Ginetti e o bancário aposentado Fernando Alvetti como candidatos a prefeita e vice, respectivamente, nas eleições municipais em Americana.

Convenção do PT foi realizada de forma online – Foto: Divulgação

O encontro online contou com as presenças de lideranças do partido, como o ex-senador Eduardo Suplicy, a deputada estadual Professora Bebel, o deputado federal Paulo Teixeira, e a ex-deputada estadual Ana Perugini.

O Partido dos Trabalhadores não fez coligações e vai para a disputa com chapa pura, ou seja, somente com candidatos da própria legenda. Ao todo, são 20 postulantes a vereador pelo partido na cidade.

A chapa leva o nome de “Mandato Popular” – uma das bandeiras do partido é justamente aumentar a participação da população na tomada de decisões.

“Nós defendemos em nosso plano de governo um mandato popular participativo, com a população constantemente sendo consultada e participando do orçamento, criando mecanismos de participação e ouvindo a população para gente trabalhar alinhado”, disse Lurdinha ao LIBERAL.

A candidata também afirma que trabalhará com foco na área da saúde, para combater o desemprego e tentar solucionar a falta d’água – essas são as queixas que Lurdinha diz mais ter ouvido no contato com os americanenses.

Lurdinha acredita que o antipetismo inflamado, que tomou conta das eleições municipais em 2016, não se fará presente agora, em 2020.

“O PT tava bastante desgastado. Em 2018, sentimos que já houve uma pequena melhora na nossa luta e nós acreditamos que agora está melhor do que 2018. O que eu sinto é que as pessoas estão percebendo o quanto viviam melhor no período dos governos petistas”, finalizou.

Publicidade