24 de Maio de 2020 Atualizado 12:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Após alta, taxa de isolamento volta a cair em Americana

Após alta na última sexta-feira, dados de sábado mostram que taxa caiu para 50%, exatamente o percentual mínimo recomendado pelo governo estadual

Por Marina Zanaki

03 Maio 2020 às 17:04 • Última atualização 03 Maio 2020 às 18:17

O isolamento social em Americana voltou a cair neste sábado (2), mas ainda está dentro do recomendado pelo Comitê de Contingência do novo coronavírus (Covid-19).

O Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo registrou que 50% da população seguiu a orientação de ficar em casa, exatamente o percentual mínimo recomendado pelo Comitê.

Taxa de isolamento em Americana caiu para 50%, segundo dados do governo estadual – Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal

Na sexta-feira (1º), feriado do Dia do Trabalhador, ele havia subido para acima de 50% pela primeira vez desde domingo (26).

Na semana passada, a cidade registrou queda no isolamento social em meio a protestos para retorno das atividades.

O percentual chegou ao menor nível na quinta-feira (30), quando apenas 43% da população respeitou a quarentena.

TENDÊNCIA
Nas demais cidades da região que possuem dados de monitoramento, a tendência observada foi semelhante à de Americana.

Em Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré, o isolamento caiu para 42% na quinta-feira. Nas duas cidades, o nível subiu para 53% no feriado e caiu para 49% no sábado.

Cidade com os maiores níveis de isolamento da região, Hortolândia viu o índice cair para 48% na quinta, chegar a 58% na sexta e diminuir para 55% no sábado.

Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, o infectologista David Uip afirmou na semana passada que há relação direta entre os números ascendentes de infectados e mortos e a curva decrescente do isolamento social.

O cumprimento do isolamento é medido pelo governo por meio de dados fornecidos por empresas de telefonia celular.