06 de agosto de 2020 Atualizado 09:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Americana restringe exames a pacientes internados

Diagnóstico de coronavírus será feito apenas em pessoas que necessitarem de internação

Por Isabella Holouka

20 mar 2020 às 11:49 • Última atualização 20 mar 2020 às 11:55

Exames para o diagnóstico de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19) serão realizados pela Prefeitura de Americana somente em pacientes que necessitarem de internação, segundo divulgou a administração na manhã desta sexta-feira (20). O comunicado leva em conta a publicação desta quinta-feira (19) do Diário Oficial do Estado de São Paulo.

A medida tem o objetivo de otimizar o uso de recursos para os exames de diagnóstico, tendo em vista que os insumos necessários estão restritos em todo o mundo desde que a situação foi considerada uma pandemia.

Além de pacientes internados em estado considerado grave ou crítico com suspeita de coronavírus, também poderão realizar os exames laboratoriais os profissionais de unidades sentinela ou da área de saúde que apresentem sintomas.

A administração reforça que pacientes cujos sintomas não apontam para estados graves ou críticos não necessitam de internação e seguem a recomendação de isolamento domiciliar.

Americana investiga nove casos suspeitos de coronavírus – na região, são 109.

Demora no resultado

Com o aumento na demanda por exames de coronavírus, o tempo de espera pelo resultado dobrou. Segundo a Prefeitura de Americana, quando surgiram os primeiros casos, os exames ficavam prontos em até cinco dias. Atualmente, o tempo é de cerca de 10 dias.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição de número #27 do podcast “Além da Capa” traz a experiência de ex-moradores de Americana que hoje vivem em países onde o novo coronavírus já se alastrou de maneira mais ampla, revelando um pouco mais sobre este problema em crescimento no Brasil. Ouça:

{{1}}