21 de Maio de 2020 Atualizado 22:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Chile impõe lockdown para região metropolitana de Santiago

Segundo ministro, medida é “extraordinária e difícil”, mas necessária para evitar colapso do sistema de saúde da região, que tem mais de sete milhões de habitantes

Por Agência Estado

13 Maio 2020 às 18:19 • Última atualização 14 Maio 2020 às 10:25

O Chile decidiu impor um lockdown para as cidades que integram a região metropolitana de Santiago, capital do país. Segundo Jaime Manalich, ministro da Saúde do Chile, a medida é “extraordinária e difícil”, mas necessária para evitar um colapso do sistema de saúde da região, que tem mais de sete milhões de habitantes.

A decisão foi tomada depois que o número de infectados cresceu em 2.660 e o de mortos em 12 em apenas 24 horas, o pico no país até o momento. O lockdown de Santiago passa a valer às 22h de sexta-feira, 15. No site da pasta da Saúde não foi informada previsão de término do lockdown.

Até o momento, de acordo com o governo chileno, 34.381 casos de covid-19 foram identificados no Chile e 346 mortes aconteceram em decorrência da doença causada pelo novo coronavírus.

Nos Estados Unidos, que lidera a lista de países mais afetados pela covid-19, o Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) identificou mais 21.467 contaminações, elevando o total para 1.364.061 desde o começo da pandemia. O total de mortos no país é de 82.246, alta de 1.426 óbitos em relação ao divulgado ontem.

Na Rússia, que recentemente tornou-se a segunda nação em número de contaminações, outros 10.028 infectados foram confirmados nas últimas 24 horas, o que fez o total de contaminações chegar a 242.271. Os mortos por covid-19 na Rússia são 2.212, segundo dados do governo russo.

O Canadá chegou nesta quarta-feira, 13, a 71.486 infecções por coronavírus, das quais 5.209 resultaram na morte dos contaminados, de acordo com o Ministério da Saúde local. Segundo a agência de notícias Reuters, autoridades canadenses querem prorrogar o fechamento da fronteira do país com os Estados Unidos. A ideia é que a medida passe a valer até pelo menos 21 de junho, e não 21 de maio, como prevê o acordo atual entre os dois países.

A Alemanha chegou hoje a 171.306 contaminados (alta de 798 casos em relação a ontem, 12) pelo coronavírus, de acordo com informe do Instituto Robert Koch. O total de mortos por covid-19 no país europeu é de 7.634, crescimento de 101 óbitos sobre o divulgado ontem.

Na França, de acordo com dados divulgados pelo governo, 83 pessoas morreram nas últimas 24 horas por causa da covid-19, elevando o total de óbitos no país para 27.074. Os contaminados são 140.734, crescimento de 507 casos entre ontem e hoje.

Na Itália, mais 195 pessoas morreram de covid-19 nas últimas 24 horas, segundo a Defesa Civil do país. O número fez com que hoje tenha sido o quinto dia seguido de morte diárias abaixo de 200. No total, 31.106 pessoas já perderam suas vidas na Itália por terem sido contaminadas com o novo coronavírus. O total de infectados desde o começo da pandemia está em 222.104, crescimento de 888 casos em relação a ontem.

A Espanha somou hoje mais 184 mortes por covid-19, fazendo total de vítimas fatais no país chegar a 27.104, de acordo com o Ministério da Saúde espanhol. O total de infectados está em 228.691.

No Reino Unido, outras 494 mortes foram confirmadas em associação com a covid-19 nas últimas 24 horas, informa o governo britânico. No total, 33.186 pessoas morreram no país e 229.705 foram infectados, crescimento de 3.242 casos em relação a ontem.