24 de fevereiro de 2024 Atualizado 20:17

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Celebridades

Sinais necessários

Atriz e escritora, Ana Jeckel precisou aprender Libras para a segunda temporada de “Tudo Igual… SQN”, série do Disney+

Por MÁRCIO MAIO - TV PRESS

22 de novembro de 2023, às 09h18 • Última atualização em 22 de novembro de 2023, às 09h19

Há momentos em que a construção de um personagem impõe certos sacrifícios a seus intérpretes. Em outros, porém, os coloca em contato com novidades capazes de mexer com novos sentimentos. Ana Jeckel passou por isso com “Tudo Igual… SQN”. No elenco da série da Disney desde a primeira temporada, a atriz precisou aprender algo diferente para a nova leva de episódios, que foi disponibilizada pelo Disney+ em setembro. “A Beta tem contato com Libras pela primeira vez e com grafite também. Foi uma oportunidade incrível para mim, como atriz e como pessoa”, conta.

Na história, Beta é uma jovem independente e com dons artísticos. “Ela é muito livre e divertida. O que mais amo é o jeito que ela se expressa. Beta é pura arte e skate e eu adoro isso”, entrega Ana, que também se derrete pelo fato de se tratar de um projeto focado no público adolescente. “Foi muito legal fazer parte da primeira série nacional do Disney+. A repercussão foi ótima. Eu e a Beta ganhamos muito carinho de todos os cantos do mundo”, diz.

A oportunidade de atuar em “Tudo Igual… SQN” veio, segundo Ana, a partir de “muito esforço e dedicação”. Ela já tinha participado de outras seleções para o Disney Channel e chegou a fazer parte de “Juacas”. Ou seja, era uma pessoa conhecida ali. “De repente, aconteceu de surgir uma personagem carioca e me passaram o teste. Se eu conseguisse atuar com sotaque, o papel seria meu. Consegui”, orgulha-se a jovem, que nasceu em Porto Alegre e tem 23 anos.

Na segunda temporada de “Tudo Igual… SQN”, a parte mais difícil da preparação de Ana parece ter sido mesmo aprender Libras. “Nunca tinha tido um grande contato com a língua, mas sempre tive curiosidade em aprender”, assume. No começo, chegava a confundir alguns sinais, o que dificultou o processo. “Em algumas cenas, preciso fazer o papel de intérprete. Mas o acompanhamento com a professora e com meu colega de cena, o Gabriel (Isaac), foi incrível. Eles me abraçaram demais nessa jornada e tiveram muita paciência comigo”, explica.

Ana Jeckel também é escritora e lançou em março seu segundo livro, “Nadia Keane – Parte Dois: Adentrando o Mar Oculto”. Na obra infantojuvenil, que teve seu primeiro volume lançado em setembro de 2022, ela conta a história de Dimitri, um menino sem memórias resgatado pelo navio mais procurado dos mares, o Nadia Keane.

“Os protagonistas são adolescentes que viajam ao mundo em busca de um tesouro que foi roubado do capitão por um rival. Entre os temas abordados, estão as descobertas pessoais e a busca de seus sonhos”, defende Ana.

“Tudo Igual… SQN” – Disney+.

Publicidade