Benefícios e cuidados com a saúde dos jogadores


Foto: Technology photo created by pressfoto - www.freepik.com
O jogo aprimora determinadas capacidades, como, por exemplo, o raciocínio lógico

Jogar videogame é uma diversão com efeito positivo para o sistema cognitivo, que envolve a memória, atenção, linguagem, percepção e funções executivas. Além disso, aprimora determinadas capacidades, como, por exemplo, o raciocínio lógico. Mas, passar horas parado na frente da televisão ou do computador pode trazer também sérios riscos para a saúde.

Ficar muito tempo sentado é prejudicial para o corpo. Isso sem falar de hábitos prejudiciais à saúde durante as maratonas de jogos, como o consumo excessivo de café ou energéticos e a alimentação pouco saudável.

Problemas

Os problemas mais comuns são sedentarismo, lesões por esforço repetitivo, tendinite, problemas de visão, síndrome do olho seco e, principalmente, uma má alimentação e falta de hidratação. Aliás, pode agravar a trombose – para quem já sofre ou é propenso – sem falar do vício que o videogame causa no organismo que afeta crianças e adultos.

O ideal é parar a cada 15 minutos para descansar o corpo e a mente. Dormir bem ajuda a diminuir o esgotamento e melhora a concentração e o desempenho. Praticar uma atividade física, ter uma alimentação balanceada e manter o corpo hidratado são passos necessários para evitar problemas. Assim, a diversão não acaba em tragédia. Portanto, para melhorar essa relação com o jogo sem causar danos à saúde o recomendado é sempre carregar lanchinhos durante as partidas.

Mudanças

Evite beber café, energéticos ou refrigerantes em excesso. Além de excitar o intestino e o sistema gastrointestinal levando ao banheiro com mais frequência, em excesso podem causar dependência química, palpitações, queda de concentração, insônia, tremores e agravar quadros de ansiedade.

No caso dos energéticos, a composição contém muito açúcar e substâncias que sobrecarregam os rins. Então, prefira sempre a tradicional água. Para diminuir as idas ao banheiro, transforme a água em um isotônico natural, acrescentando uma colher pequena de mel e suco de um limão. Isso já contribui para retardar a fadiga muscular, além de repor água e sais minerais.

Troque os salgadinhos industrializados pelos desidratados, consuma frutas secas e sanduíches com patê de atum para substituir a pizza e elimine as guloseimas doces. Em resumo: faça escolhas mais saudáveis. O açúcar deixa a pessoa mais lenta e isso atrapalha o rendimento. Tenha por perto chocolate meio amargo. Mesmo com gordura e açúcar em uma escala bem menor, o chocolate ajuda o cérebro a ficar mais ativo.

Outra boa estratégia é comer pipoca. É uma opção mais saudável, na comparação com outros aperitivos. Além disso, colabora com o bom funcionamento do sistema digestivo. Entretanto, evite exagerar no sal e nos complementos, como queijo e manteiga.

 

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora