18 de janeiro de 2021 Atualizado 17:10

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Charme rude

Renault Duster Icon atrai pela robustez e pelo bom custo-benefício

Carro não tem nenhuma peça da carroceria anterior, mas manteve estilo, apenas mais refinado

Por Eduardo Rocha / Auto Press

24 out 2020 às 09:58

O novo Renault Duster desembarcou no mercado brasileiro no início de março, pouco antes do início dramático da pandemia de Covid-19 no Brasil. Com isso, a boa média de vendas que vinha mantendo, de 2 mil emplacamentos mensais, meio que desandou.

Mas há um dado que deixa claro que a marca francesa acertou na renovação do modelo: até ali, o Duster vendia cerca de 10% menos que o Captur, o SUV compacto mais sofisticado da marca. Depois da renovação, passou a vender 50% mais.

A marca francesa acertou na renovação do modelo – Foto: Eduardo Rocha / CZN

A intenção da marca quando promoveu a reestilização do modelo foi manter o jeito off-road. Embora não tenha trazido nenhuma peça de carroceria da fase anterior, o Duster manteve o mesmo estilo, apenas mais refinado nos detalhes.

Sob a nova casca, o modelo ganhou alguns reforços estruturais e a mudança no ângulo da coluna dianteira, que ficou mais agudo. Ainda assim, manteve a mesma plataforma B0 e o mesmo conjunto motriz: motor SCe 1.6 16V, com 118/120 cv de potência e 16,2 kgfm de torque, com gasolina e etanol, gerenciado por um câmbio CVT XTronic. Apenas a versão básica Zen tem câmbio manual de cinco marchas.

A versão de entrada começa em R$ 78.990 e tem os itens básicos, como trava, vidros e direção elétricos, ar-condicionado, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade e tração.

Se o câmbio CVT for adicionado, acrescenta R$ 6 mil ao preço final. Segue a versão Intense, por R$ 95.290, sempre acoplada a um câmbio CVT. A Intense ganha alguns luxos, como ar-condicionado automático, rodas de liga leve aro 16 e sistema multimídia Easy Link, com tela de 8 polegadas, entre outros.

Esta composição faz da versão avaliada, a top Icon, a de melhor custo/benefício. Ela começa, com pintura sólida, em R$ 99.290 e inclui itens como rodas de 17 polegadas, apoio de braços dianteiro, chave-cartão de proximidade para travas e ignição, faróis de acionamento automático, repetidores laterais, sensor de ponto cego e sistema Multiview, com quatro câmara para controlar o entorno do modelo.

Como opcionais disponíveis estão pintura metálica, revestimento em couro sintético e o pack outsider, que consiste em um para-choque reforçado com faróis auxiliares, borrachões e molduras laterais. Com tudo, o total chega a R$ 104.940.

Publicidade