27 de setembro de 2020 Atualizado 20:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Olheiras escuras

Entenda os fatores que pioram as olheiras

Queixa frequente nos consultórios, elas causam muito incômodo e mostram um olhar cansado

Por Redação

13 ago 2020 às 10:02 • Última atualização 13 ago 2020 às 10:54

Olheiras. Segundo a dermatologista Ana Carulina Moreno, graduada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, ‘essa é uma queixa frequente dentro do consultório dermatológico, principalmente quando são escuras’. O escurecimento da região abaixo dos olhos traz um olhar cansado e pode causar muito incômodo, mas há uma série de tratamentos estéticos que podem atenuá-lo.

Existem diversos tipos de olheiras. Dentre as principais, vale destacar: as Olheiras Vasculares, as Melânicas e as Profundas. Apesar de, na maioria das vezes, elas estarem associadas entre si, é importante identificar o tipo predominante, pois o tratamento será específico em cada caso.

Algumas características diferenciam os principais tipos de olheiras. Por exemplo: as Olheiras Vasculares são mais arroxeadas e podem ter inchaço da região, por conta da drenagem local mais deficiente; as Olheiras Melânicas são mais acastanhadas por depósito de pigmento; e as Olheiras Profundas, aquelas que formam uma concavidade abaixo dos olhos, normalmente têm um componente genético importante, mas podem ser causadas pelo envelhecimento, quando se perde o suporte dos coxins gordurosos da região malar, além do alargamento da órbita inerente à idade.

Mas, alguns fatores podem piorar ainda mais as olheiras. Ana Carulina citou cinco fatores principais que agravam as olheiras: insônia ou noites mal dormidas; coçar os olhos constantemente; exposição solar sem proteção adequada; acúmulo de pigmentos de maquiagem e tabagismo. A dermatologista afirma que, ‘diante desses fatores de piora, evitá-los é fundamental no tratamento das olheiras’.

Tratamentos
A dermatologista Ana Carulina explica os 5 principais tratamentos realizados no consultório que melhoram as olheiras:

1. Preenchimento com ácido hialurônico: É um procedimento rápido, seguro e de resultados imediatos, que trata Olheiras Profundas. O ácido hialurônico é injetado nos sulcos profundos e também nas áreas de perda malar, diminuindo, dessa forma, a concavidade e melhorando o aspecto de olhar cansado

2. Peeling químico: A aplicação de formulações com ácidos concentrados nessa região, em algumas sessões no consultório, leva à renovação celular e, consequentemente, diminuição do pigmento dessa região. É uma ótima opção para Olheiras Melânicas. Esse tratamento também melhora a qualidade da pele dessa região, atenuando rugas finas.

3. Luz Pulsada: O uso dessa tecnologia pode ajudar no tratamento das Olheiras Vasculares, uma vez que age em pequenos vasos e nos pigmentos causados por depósito de hemossiderina (pigmento arroxeado) dessa região.

4. Microagulhamento com Drug Delivery: O uso de microagulhas que abrem pequenos canais na pele dessa região da pálpebra associado ao uso de ativos clareadores estéreis que penetram essas aberturas, podem atenuar as Olheiras Melânicas, por agir profundamente nos pigmentos.

5. Cremes clareadores: O uso de formulações clareadoras dermatológicas é essencial no tratamento de olheiras, principalmente nas Melânicas e Vasculares. Além de agirem nos pigmentos, esses ativos são importantes na manutenção do tratamento.

Fonte: Dra. Ana Carulina Moreno

Publicidade