26 de maio de 2024 Atualizado 20:10

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Sainz diz não guardar ressentimento de Hamilton por tomar seu lugar na Ferrari em 2025

Por Agência Estado

28 de fevereiro de 2024, às 16h47

Carlos Sainz Jr. e Lewis Hamilton afirmaram, nesta quinta-feira, em Manama, que não há animosidade entre eles após a notícia surpreendente no início do mês de que o britânico ocupará o lugar do espanhol na Ferrari em 2025. O heptacampeão deve ingressar na equipe como parte de um contrato de vários anos e será parceiro do monegasco Charles Leclerc, que também recentemente estendeu seu próprio futuro com a escuderia.

Embora haja a necessidade de procurar uma vaga em outro carro, depois daquela que será sua quarta e última temporada com n tradicional equipe italiana, o piloto de 29 anos continua a ter total respeito por Hamilton.

“Da minha parte, obviamente, não há ressentimentos com ninguém”, disse Sainz na entrevista coletiva, antes do Grande Prêmio do Bahrein, prova de abertura da temporada neste fim de semana. “Acho que é assim que o esporte funciona. Tenho muito respeito por Lewis, pelo sucesso que ele teve e pela escolha de ingressar na Ferrari. Eu teria feito o mesmo na posição dele.”

Sainz também destacou o bom, relacionamento de Lewis com o chefe de equipe da Ferrari. “Acho que a Ferrari é uma grande equipe e em algum momento da segunda metade da sua carreira – ou no final, não sei onde Lewis está agora, só ele sabe – mas com certeza é uma equipe que você gostaria de fazer parte, então eu entendo isso perfeitamente. E (com) alguém como Fred (Vasseur) que ele conhece e com quem tem um bom relacionamento e em quem confia, é óbvio ir para a Ferrari.”

Sentado ao lado de Sainz na entrevista coletiva, Hamilton elogiou as boas relações que os pilotos compartilham. “Apoio o que Carlos disse no sentido de que acho que o mais importante é que tenhamos, creio, um relacionamento muito bom”, disse o britânico. “Acho que isso é algo que todos nós, pilotos, realmente melhoramos nos últimos dois anos. Há um enorme respeito entre todos nós e eu tenho um enorme respeito por Carlos. Não sinto que haja qualquer animosidade ou algo assim.”

Publicidade