19 de setembro de 2020 Atualizado 16:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

+ Esportes

Aberto da Austrália pode ficar confinado a quadras fechadas devido aos incêndios

Por Agência Estado

07 jan 2020 às 19:50 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:39

Os intensos incêndios em várias regiões da Austrália podem fazer com que as partidas do primeiro Grand Slam do ano no tênis sejam disputadas a três arenas com tetos retráteis e a oito quadras fechadas. Tudo vai depender das condições climáticas no país. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelos organizadores do tradicional torneio, que tem início previsto para dia 20.

Mais de 10,3 milhões de hectares de terras foram atingidos pelos incêndios florestais nos estados de Nova Gales do Sul e de Vitória, que mataram 25 pessoas e deixaram milhares de desabrigados.

A primeira edição da ATP Cup, disputada em Sydney, Brisbane, Perth e Melbourne, também corre o risco de sofrer alterações em sua programação nos jogos finais no fim de semana por causa da fumaça criado pelos incêndios.

Segundo colocado no ranking mundial, o sérvio Novak Djokovic, sete vezes campeão do Aberto da Austrália, é umas das personalidades que demonstraram preocupação com a saúde dos tenistas. “Temos três estádios com teto e oito quadras fechadas em Melbourne Park”, disseram os organizadores do Aberto da Austrália na conta oficial de Twitter do evento em reação às indagações nas redes sociais.

“No caso improvável de condições de fumaça extrema, os tetos serão fechados nas três quadras dos estádios e os jogos continuarão no ambiente com ar condicionado e filtrado. Se a fumaça se infiltrar nas três quadras dos estádios, o sistema de ar condicionado a filtrará”, garantiram os responsáveis pelo torneio.

Normalmente os tetos retráteis são usados para continuar as partidas quando há chuva ou calor extremo, e as disputas são suspensas nas outras 22 quadras.

Publicidade