06 de julho de 2020 Atualizado 17:35

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Arte

Parada Poética recebe ‘diva’ do Sarau da Cooperifa

Evento cultural realizado em Nova Odessa chega à 79º edição com a presença ilustre da poeta Dona Edite

Por Danilo Reenlsober

08 mar 2020 às 08:21 • Última atualização 27 abr 2020 às 09:51

A Parada Poética, evento cultural que nasceu em 2013 e chega ao seu sétimo ano em 2020, recebe nesta segunda-feira, a poeta Edite Marques da Silva, a Dona Edite. Personalidade icônica e diva do Sarau da Cooperifa, no bar do Zé Batidão, zona sul de São Paulo, a artista é a convidada especial e fará a performance principal da Parada, que neste mês chega à sua 79º edição. A entrada é gratuita.

A poeta já se apresentou anteriormente na Parada Poética de Nova Odessa. Gostou tanto do evento que pediu para voltar. “A Dona Edite é sinônimo de pura poesia, de luta, de superação e tê-la conosco, nesta edição ímpar da Parada Poética, significa muito. A participação dela é um presente a ser compartilhado com as pessoas que dedicam umas horinhas da segunda-feira para vivenciarem uma experiência diferente”, comenta Renan Inquérito, um dos organizadores do evento.

Foto: Divulgação
Dona Edite é a convidada especial e fará a performance principal da Parada Poética

Deficiente visual desde os anos 1980, Dona Edite nunca se afastou da literatura e da poesia. Com a ajuda das suas irmãs, de sua sobrinha e de um walkman (aparelho portátil que reproduz e grava áudios em fita cassete bastante popular nos anos 1990), ela guarda na memória os poemas que declama nos saraus da Cooperifa.

“Como ela não enxerga, ela decora todos os poemas que gosta. Ela declama até mesmo o poema Navio Negreiro, do Castro Alves, que tem uns 10 minutos. É uma capacidade oral incrível”, ressalta Renan.

O organizador falou também da longevidade da Parada Poética, que completa sete anos de criação em 2020. “A Parada Poética surgiu da necessidade de promover um evento voltado à poesia e intervenções artísticas durante um dia da semana na região, a fim de reunir os amantes desta arte. Hoje, já virou uma tradição na cidade e acontece sempre na segunda segunda-feira de cada mês”, explicou.

O sarau já recebeu artistas como os rappers Emicida e Rashid, o cantor Fernando Anitelli, do O Teatro Mágico, o escritor Marcelino Freire e diversos poetas, como Luz Ribeiro, Mel Duarte, Luiza Romão, Ni Brisant e Daniel Minchoni.

ACONTECE: A Parada Poética acontece nesta segunda-feira, na Estação Cultura de Nova Odessa, a partir das 19h. A entrada é gratuita. Rua 1º de Janeiro, 15, Centro.