12 de maio de 2021 Atualizado 23:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cultura

Diamante lapidado

Vencedora do Emmy Internacional em 2015, “Império” volta ao ar após novas paralisações dos Estúdios Globo por conta da pandemia

Por Caroline Borges - Tv Press

11 abr 2021 às 10:04

Alexandre Nero viveu o protagonista comendador José Alfredo, que comandava um império de pedras preciosas - Foto: Divulgação - Globo

Com mais uma paralisação dos trabalhos nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, e um ritmo de gravação muito aquém do normal, a Globo se viu obrigada a escalar mais uma reprise para o horário nobre. A partir de amanhã, dia 12, a trama de “Império” volta ao ar em edição especial para que os trabalhos de “Um Lugar Sol”, novo folhetim inédito, sejam finalizados com calma e sem surpresas. “A gente recebeu essa notícia da reprise com um misto de alegria e tristeza. Todo mundo quer entregar produtos novos. Mas estamos impedidos de evoluir com esses projetos por conta da pandemia. Fui pego com surpresa sobre a reprise de ‘Império’, mas estou animado para rever”, explica Alexandre Nero, que viveu o protagonista José Alfredo.

A trama de Aguinaldo Silva começa ainda na juventude de José Alfredo. Na primeira fase da novela, o protagonista foi vivido por Chay Suede. Ao chegar no Rio de Janeiro, ele se apaixona por Eliane, papel que foi dividido por Vanessa Giácomo e Malu Galli. Porém, os dois são separados pelas armações de Cora, vivida por Marjorie Estiano que, logo depois, é assumida por Drica Moraes. Sem o grande amor da sua vida, ele acaba se envolvendo nos garimpos brasileiros.

O tempo passa e ele torna-se o comendador José Alfredo de Medeiros, comandando um império de pedras preciosas. “Esse personagem foi um divisor de águas na minha carreira. Foi uma aposta do Aguinaldo porque eu não achava que daria certo me colocar no posto de protagonista. Fiquei sabendo do papel pela imprensa. Mas o Aguinaldo faz umas coisas meio malucas que sempre dão certo”, valoriza Nero.

Casado com a aristocrata Maria Marta Mendonça e Albuquerque, de Lilia Cabral, José Alfredo é pai de três filhos – José Pedro, Maria Clara e João Lucas, vividos por Caio Blat, Andréia Horta e Daniel Rocha. “Essa novela é cheia de momentos inesquecíveis. Nesse momento em que estávamos vivendo, essas reprises são um alento. Já é a minha terceira reprise no horário nobre. Fico feliz porque, para mim, é só entretenimento. Não preciso me preocupar em acertar ou com a gravação do dia seguinte”, ressalta Lilia.

Em paralelo com sua vida familiar, José Alfredo também mantém um relacionamento amoroso com a jovem Maria Ísis, papel de Marina Ruy Barbosa. Moça pobre de uma cidade da região serrana do Rio de Janeiro, ela se apaixona verdadeiramente pelo comendador. Seus pais, Magnólia e Severo, vividos por Zezé Polessa e Tato Gabus Mendes, quando descobrem o romance da filha, tratam de se aproveitar da situação. Eles acabam sustentados pela mesada que Maria Ísis recebe de seu amante. “A Maria Ísis foi a minha primeira personagem mais adulta. Eu tinha 19 anos na época e estava com muito medo desse projeto. Eu era muito menina e contracenando com atores incríveis, como a Lilia e o Nero”, afirma Marina.

Reta final
Exibida originalmente entre os anos de 2014 e 2015, “Império” ficou marcada por um surpreendente percalço na reta final. Por problemas de saúde, Drica Moraes precisou deixar definitivamente o elenco da novela. Sem capítulos ou cenas gravadas previamente, a direção e o autor decidiram convocar Marjorie, que viveu o papel na primeira fase, para reassumir a personagem nos últimos capítulos. “Foi o retorno da fênix, né? (risos) Foi marcante porque nunca achei que algo assim aconteceria. Eu estava totalmente dedicada ao meu novo CD quando o Papinha me ligou e me explicou a situação. Foi uma loucura retornar em outro contexto e com um elenco diferente”, relembra Marjorie.

Publicidade