Sebastião Salgado é retratado em filme

Dirigido por Win Wenders e Juliano Salgado, “O Sal da Terra” terá exibição gratuita pelo Cineclube Estação nesta segunda-feira


Foto: Juliano Salgado - Divulgação
Sebastião Salgado no estúdio de seu apartamento em Paris

Em suas viagens através dos continentes, o fotógrafo Sebastião Salgado testemunhou alguns dos principais eventos da nossa história recente, conflitos internacionais, a fome e o êxodo.

Agora ele embarca na descoberta de territórios imaculados, da flora e da fauna selvagens e de paisagens grandiosas, numa homenagem à beleza do planeta. Parte significante do resultado desse olhar marcante que o artista tem diante do planeta e do ser humano é apresentada no documentário “O Sal da Terra”, que será exibido nesta segunda-feira, a partir das 19h30, no Cineclube Estação, em Americana.

Dirigido pelo cineasta alemão Win Wenders e Juliano Ribeiro Salgado, filho do “protagonista”, o longa-metragem apresenta a trajetória do renomado fotógrafo brasileiro, que já percorreu o mundo para compor suas fotografias sociais e como, quarenta anos após o início de sua carreira, ele se volta para retratos da natureza selvagem.

Acontece. A exibição de “O Sal da Terra” pelo Cineclube Estação ocorre a partir das 19h30 desta segunda-feira, no MAC Americana, que fica no CCL (Avenida Brasil, 1.293, Jardim São Paulo). A entrada é gratuita.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora