Coronavírus adia estreias nos cinemas

Grandes lançamentos como 'Velozes e Furiosos 9' e o novo 007 vão chegar mais tarde às telonas devido a nova pandemia


Diversos filmes programados para estrearem nos próximos meses no Brasil tiveram seus lançamentos adiados devido ao surto de Covid-19. De produções hollywoodianas a filmes nacionais, vários longas foram afetados.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

A Universal Studios, por exemplo, confirmou que a estreia de “Velozes e Furioso 9” foi adiada em um ano por causa do coronavírus. O filme estrearia em 21 de maio no Brasil, contudo, o lançamento só ocorrerá em 2021, mas uma data não foi confirmada.

De acordo com a revista Variety, a decisão teria sido motivada pelo impacto do vírus na economia mundial, já que cinemas continuam fechados na Itália, na Coréia do Sul e na China, três mercados extremamente importantes para a indústria cinematográfica.

Foto: Divulgação
O esperado novo 007 não será mais lançado em abril

Outro filme esperado pelos fãs que vai chegar mais tarde às telonas é “007 – Sem Tempo Para Morrer”, que teve sua estreia mundial adiada do dia 4 de abril para 25 de novembro. De acordo com o Hollywood Reporter, a decisão foi tomada pelos produtores Barbara Broccoli e Michael G. Wilson, que já haviam cancelado uma turnê promocional do filme que passaria pela China, Coreia do Sul e Japão.

Nacionais. Os filmes brasileiros também foram afetados pelo novo coronavírus. Os filmes “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais”, dirigidos por Mauricio Eça, chegariam aos cinemas em 19 de março, mas agora, não têm mais uma data específica.

As estreias, no entanto, estão mantidas para 2020. Controversos, os longas narram a história do caso Richthofen, o primeiro a partir do ponto de vista de Suzane, e o segundo, pelos olhos de seu ex-namorado, Daniel Cravinhos.

Nem mesmo os astros de Hollywood escaparam da doença. O ator Tom Hanks e sua esposa, Rita Wilson, foram diagnosticados com o coronavírus na última quarta-feira. Em recuperação na Austrália, ele postou uma mensagem aos fãs nas redes sociais.

“Rita Wilson e eu queremos agradecer a todos aqui, que estão cuidando tão bem de nós. Estamos com Covid-19 e estamos isolados, para não espalhá-lo”, disse.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição desta semana do podcast “Além da Capa” aborda a substituição da mão de obra de pessoas mais velhas por outras mais novas na RPT (Região do Polo Têxtil), em 2019. Ouça:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora