Silvio Santos é acusado de racismo após tirar prêmio de candidata negra


Silvio Santos está sendo acusado de racismo por internautas após um episódio do programa deste domingo, 8, no SBT. Durante um quadro musical, o apresentador contrariou a votação do auditório, que escolheu como melhor cantora uma mulher negra, e deu o prêmio para outra candidata.

Jennyfer Oliver, que era a única negra das quatro participantes, recebeu 84 votos da plateia contra oito da segunda colocada. Mesmo assim, Silvio Santos deu o prêmio de R$ 500 para todas e mais R$ 500 para a mulher escolhida por ele.

“É quinhentos reais para cada uma porque eu é que vou escolher agora quem vai ganhar mais quinhentos”, justificou o apresentador. “Se eu estivesse na minha casa vendo o programa, depois que ouvi essa música Caneta Azul, na minha opinião, a melhor intérprete é a Juliani. Você ganhou! Você é muito bonita, canta bem e ganhou mais quinhentos”, concluiu.

Nas redes sociais, os internautas não entenderam a mudança nas regras do quadro no último minuto e muitos consideraram que o comportamento do apresentador foi de racismo. “O fato de Silvio Santos ser velho não justifica o motivo dele ser racista”, escreveu um internauta.

No Instagram, Jennyfer Oliver, que é cantora, publicou uma série de stories falando sobre o caso. “Eu fiquei super constrangida no momento, mas como demorou três semanas para ir para o ar, eu não podia mencionar nada sobre o assunto e muito menos expor nada. Eu jurava que ia ser editado e eles iriam pular essa parte que ele me barrou de cantar a música”, contou.

Jennyfer disse que em nenhum momento acusou Silvio Santos de racismo, mas ressaltou: “as pessoas sentiram e comentaram nas redes sociais. Se as pessoas sentiram, eu respeito a opinião de todo mundo. Eu respeito as pessoas como elas me respeitam. Não estou me fazendo de vítima, só me senti prejudicada. Quem assistiu viu a minha cara”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora