Reality Show 365: Jogo da Sobrevivência

Série com locações, elenco e equipe técnica da região traz história de grupo que aceita participar de reality show no qual deve ficar um ano preso


Dez jovens com habilidades singulares, confinados durante 365 dias em um bunker. Eles possuem água, comida e oxigênio suficientes para seis meses. A partir daí vão precisar produzi-los por conta própria. Tudo como parte de um reality show que premia os vencedores com dinheiro. Essa é a proposta inicial da série de suspense e drama “Reality Show 365”, com locações, elenco e equipe técnica da região, que lançou no final de julho seu episódio piloto.

Já neste primeiro capítulo, o espectador vai ser surpreendido por uma reviravolta, que traz maior profundidade à ideia de confinamento. Uma das pistas deixadas em relação a este plot twist é o fato dos participantes possuírem mentes brilhantes em suas áreas de atuação (artes, exatas, biológicas e humanas). Assista:

Roteirizador e diretor, Iberê Pereira explica que um dos motivos para a escolha da temática é seu gosto por obras pós-apocalípticas. Ele conta que escolheu o formato de série por dois motivos. “Pela complexidade do conteúdo e por realmente estar surgindo um boom nessa área. Fazer apenas como um longa-metragem, as informações precisariam ser jogadas muito rapidamente”, justifica.

O piloto foi rodado na Challenge Room, uma sala de escape room em Campinas, um estúdio em Artur Nogueira, no Núcleo de Saúde e Bem Estar, em Campinas, e em um campo de airsoft, em Indaiatuba, pertencente à equipe Phantom, de Santa Bárbara d’Oeste. Tudo a custo zero.

E para viabilizar a continuidade da produção e lançamento dos episódios, a equipe busca parcerias.

“Esse piloto foi feito para que as empresas de streaming vejam a qualidade técnica que conseguimos atingir sem verbas. Caso alguma empresa se interesse, nós iremos regravar do zero, até por que precisaremos de outros atores e a história da série é bem mais complexa. Não há como gravar a série de forma independente. Demandaria um custo muito alto e nós não possuímos”, afirma Iberê, que tem como primeira assistente de direção Catarina Camargo, de Americana.

Foto: Divulgação
Primeiro capítulo da série já pode ser visto no Youtube

No entanto, ele observa que um fator que facilita as filmagens é o fato de que 85% das captações estão programadas para um ambiente fechado, otimizando iluminação, intempéries, horários de sol e sombra. “Tudo pode ser filmado dentro de um estúdio”, exemplifica.

No elenco do piloto estão Alexia Haccourt, Amanda Fernandes, Caio Magalhães, Fernando Neves, Jonathan Camilo, Lucas Lima, Luciana Chagas, Natália Ferrari, Pedro Pauleey, Pri Junqueira e Victória Vergamine.

Nas redes sociais da produção (@realityshow365), há vídeos com os personagens participantes do reality show falando sobre como imaginam como será a experiência de isolamento, assim como ocorre nas divulgações de outros programas do tipo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora